B2

Manú Dibango vítima mortal do Covid-19

O coronavírus Covid-19 provocou mais uma morte de vulto no mundo da cultura. Hoje, terça-feira, a doença vitimou o conhecido saxofonista camaronês Manu Dibango. O famoso artista faleceu aos 86 anos de idade em Paris, França, onde residia.

“Queridos pais, queridos amigos, queridos fãs, uma voz se eleva ao longe … É com profunda tristeza que anunciamos a morte de Manu Dibango, nosso ‘Papy Groove’, a 24 de Março de 2020 aos 86 anos, vítima do Covid-19”, confirma o editor Thierry Durepaire no Facebook. “Ele morreu nesta manhã num hospital na região de Paris”. O editor musical acrescentou que o funeral será realizado em estrita privacidade e um tributo à sua memória será organizado logo que possível.

O saxofonista foi um dos pioneiros do chamado “afro-jazz” e deixou marcas
indeléveis na música mundial, tendo também fundido o funk com a música
tradicional camaronesa. Dibango será lembrado por gerações, desde “Soul Makossa” de 1972.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar