COVID-19

HBS pede às pessoas com suspeita de Covid19 para se auto-isolarem

O Hospital Baptista de Sousa lançou hoje um forte apelo às pessoas com sintomas de Covid-19 para se auto-isolarem em casa e contactarem a linha verde 800 11 12. Em causa o agravamento da pandemia da Covid-19 com o aumento de casos em São Vicente – hoje foram diagnosticados 447 novas infecções em 767 amostras analisadas na ilha – e, consequentemente, da afluência aos cuidados de saúde.

Em uma publicação na sua página no Facebook, a direcção do Hospital Baptista de Sousa diz que é necessário organizar a procura para o bem de todos, uma vez que a população precisa de atenção e os casos graves de serem bem visto e tratados. “Os doentes sem Covid19 continuam a existir, e há casos graves entre eles, bem como é preciso cuidar dos profissionais de saúde que contraem o vírus e seus familiares”, argumenta.

Citando as directrizes da Direcção Nacional da Saúde, informa que todos os doentes com sintomas de Covid19 – tosse, febre, espirros, irritação na garganta, dores pelo corpo e dores de cabeça – devem se auto-isolar em casa e contactar a linha verde 800 11 12. Podem ainda contactar o centro de saúde da sua zona de residência para melhor orientação, realização de testes e justificação de faltas laborais. Através desta chamada, diz, o doente também pode ser encaminhado para o hospital se houver indícios de gravidade.

Para o efeito, disponibiliza os números de telefones dos diferentes Centros de Saúde – Bela Vista (231 4550), Chã de Alecrim (231 9299), Craquinha (232 9896), Fonte Inês (231 7932), Monte Sossego (232 3758 e Ribeirinha (232 2857). “Os utentes podem recorrer ao hospital, mas se possível após contacto com a linha verde ou com o Centro de Saúde, se tiver febre mais de 5 dias, aumento da frequência da febre após 3 dias, falta de ar, dor no peito e desmaio. Neste caso, devem manter o distanciamento de 1,5 metros enquanto estiver a aguardar o atendimento”, aconselha.

Lembra que, durante a pandemia, com o objetivo de prevenir e conter a transmissão do vírus, o acesso ao hospital está condicionado. Por conta disso, os utentes só devem deslocar-se ao HBS se tiverem um acto marcado e confirmado. “Continuam suspensas as visitas. Os acompanhantes – pessoa de referência, familiares ou cuidadores dos doentes internados – são designados desde o início do tratamento para que possam ter acesso à informação do seu doente por telefone e à enfermaria se o doente o doente for dependente com necessidade de acompanhante presencial”, detalha.

Para contactar os serviços de internamento para marcação com os médicos assistentes, disponibiliza os telefones de Medicina (9544760), Maternidade (9714692), Cirurgia (9540743), Orto-traumatologia (9549768) e Covid19 (9548790).

De recordar que o HBS enfrenta um surto de Covid-19 entre os seus profissionais, desde médicos, enfermeiros e pessoal administrativo, com reflexo directo no funcionamento desta estrutura hospitalar, conforme informação avançada por Mindelinsite na segunda-feira.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo