COVID-19

Covid-19: Dois óbitos e 709 novas infecções em Cabo Verde, sendo 268 em SV

Cabo Verde notificou esta segunda-feira mais dois óbitos e 709 infecções por Sars-Cov2 em 1749 amostras recebidas. Destas, 268 foram diagnosticadas em São Vicente, ilha com maior contágio actualmente no arquipélago com 1583 casos activos . Felizmente, 314 pessoas isoladas receberam alta.

São informações avançadas pelo Director Nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, e confirmam São Vicente como o concelho com maior taxa de contagio no país. Segue-se Praia com 183, Sal com 63, Ribeira Grande de Santo Antão 32, Porto Novo 22, Santa Cruz  e São Filipe 21 cada, Tarrafal de São Nicolau 20 e Boa Vista 14. Todos os restantes concelhos registaram menos de 10 testes positivos nas últimas 24 horas. 

“O único concelho em que não se registou infecções foi São Domingos”, indicou o DNS, realçando que as 709 infecções representam uma taxa de positividade de 40,6%, considerando o número de amostras analisadas. “Tivemos a notificação de 29 suspeitos, dos quais 14 em Santa Catarina de ST, 5 no Tarrafal e 10 em São Miguel. Também 1374 pessoas que estavam em isolamento tiveram alta: 388 na Praia, 314 em S.Vicente, 94 em S. Filipe, 90 na RG de Santo Antão, 64 no Tarrafal  de São Nicolau, 66 Boa Vista, 51 em S. Catarina de ST e no Sal”, detalha. 

A estes juntam-se os 46 recuperados no concelho do Porto Novo, 31 no Maio e na Ribeira Grande de ST, 27 no Paul, 21 em São Lourenço dos Órgãos, 17 em São Miguel, 16 em Santa Catarina do Fogo, 14 em S. Domingos, 13 no Tarrafal de ST e nos Mosteiros, 10 em S. Salvador do Mundo, 7 em Santa Cruz, 6 na Ribeira Brava de São Nicolau e 4 na Brava. “Passamos a ter 45002 pessoas que já tiveram alta, o que representa 88,3% do total de casos diagnosticados no país. Neste momento, o total acumulado é de 50959 infecções ja2 notificados, dos quais 67% com poucos sintomas ou assintomáticos e 33% com sintomas mais marcantes”, assevera.

Barreto lamentou os dois óbitos notificados hoje, um devido a Covid-19 na Praia e outro por outras causas em Santa Catarina do Fogo, elevando para 362 o total de mortos por causa do vírus e 20 por outras causas. Lamentou igualmente o aumento dos internamentos. “Temos 61 doentes internados: 11 no Hospital Agostinho Neto na Praia, sendo que uma encontra-se em situação mais crítica; 19 no Baptista de Sousa em S. Vicente, uma mais grave; 16 no Santa Rita Vieira em Santiago Norte, uma em situação mais critica; 2 no Ramiro Figueira no Sal, 4 no São Francisco no Fogo e 7 no João Morais na Ribeira Grande de Santo Antão”, revela. 

A boa noticia é que a maior parte dos doentes internados nos diferentes hospitais do país estão vacinados, 67%, o que justifica, segundo o DNS, o reduzido número de doentes graves ou críticos. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo