COVID-19
Tendência

Covid-19: Activos “caem” para 40 em SV e Ulisses C. Silva reforça apelo ao uso de máscara facial

A ilha de S. Vicente reduziu o número de activos com Covid-19 para 40, mas o cenário ainda continua a preocupar o Delegado de Saúde e o Chefe do Governo. Tanto assim que Ulisses Correia e Silva pediu na cidade do Mindelo mais colaboração das pessoas para que seja possível baixar o nível de transmissão do vírus. No entanto, o Primeiro ministro considera que as autoridades sanitárias estão a fazer um “bom” combate à doença desde o inicio da pandemia. Mas, para ele, o principal actor na eficácia desse objectivo é o cidadão, pelo que apelou as pessoas para não deixarem de usar máscaras faciais, equipamento “importante” para proteção individual e colectiva.

Ulisses Correia e Silva fez essas considerações após um encontro para se inteirar do quadro epidemiológico em S. Vicente, ilha que já acumulou 336 casos, 291 recuperados e registou 5 óbitos. Desde o inicio da pandemia, acrescenta por seu lado o Delegado de Saude, ja foram gastos quase 22 mil contos no combate à Covid-19 com o recrutamento de enfermeiros e técnicos de laboratório, condutores, pessoal de limpeza, gratificações e isolamento dos doentes em hotéis e no Centro de Estágio. Este item já consumiu 8 mil e 600 contos dos 21.790 contos gastos até o momento. E, segundo informações prestadas por Elisio Silva e reproduzidas pelo Expresso das Ilhas, ja foram realizados mais de 10 mil testes de despiste da Covid em S. Vicente: 9.809 testes rápidos e 4.021 PCR.

Entretanto, os dados mais recentes indicam que foram encontrados mais dois casos de Covid-19 em S. Vicente em 127 amostras e que 5 pacientes foram recuperados. A nível nacional surgiram mais 120 infectados em 591 amostras. O boletim de ontem aponta para 52 recuperados e um total de 416 activos em Cabo Verde. O número de acumulados já chegou aos 9.960 positivos desde marco deste ano.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo