Mundo
Tendência

Iraquiano suspeito de terrorismo fotografado ao lado do Primeiro-ministro e do Presidente de Portugal

Um dois irmãos iraquianos presos na semana passada em Portugal por suspeita de pertencerem ao Estado Islâmico esteve muito próximo das duas mais altas autoridades lusas. Como revelam imagens, Yasser esteve com o actual primeiro-ministro português, António Costa, o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o antigo presidente da República Jorge Sampaio, no restaurante Mezze, em Arroios, Lisboa, onde trabalhava.

O encontro com António Costa ocorreu, segundo refere o Diário de Notícias, em janeiro de 2018, naquele restaurante, que é um projeto da Associação Pão a Pão, que visa dar formação e emprego a refugiados do Médio Oriente. O suspeito de terrorismo surge em duas fotos ao lado de Costa e Sampaio, mas também foi um dos protagonistas de uma reportagem da RTP, emitida na mesma altura. Há também uma foto de um almoço de Marcelo Rebelo de Sousa com embaixadores na União Europeia, em que, no final, Yasser surge numa fotografia de grupo com o presidente da República.

Na página da internet do Mezze, pode ler-se que Yasser “nasceu (em 1993) e cresceu em Mossul, no Iraque. Com a cidade sob controlo do Daesh, sem trabalho e sem conseguir terminar o curso de Medicina (do qual completou três anos), o Adam [nome por que era tratado pela mãe] acabou por deixar o país, juntamente com o irmão mais velho”.

Yasser, 34 anos, e o irmão, Amman, de 32, entraram em Portugal em meados de 2017 beneficiando de uma autorização de residência provisória, mas as suspeitas sobre a sua militância no estado Islâmico surgiram cerca de cinco meses depois, na sequência de uma denúncia feita por um refugiado iraquiano.

C/ Dn.pt

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo