COVID-19

Covid-19: Cabo Verde registou 40 óbitos em janeiro, 15 só na última semana

Cabo Verde registou um total de 40 óbitos até hoje, 24 de janeiro, sendo 15 só na última semana, de acordo com informações avançadas pelo Director Nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, para quem os idosos continuam a ser maioria nesta estatística, sobretudo os que sofrem de doenças crónicas. Hoje foram notificadas mais duas mortes em Santiago, uma em Santa Catarina e uma em Santa Cruz, ambas pessoas com mais de 60 anos, vacinadas.

Os dois óbitos que ocorreram nas últimas 24 horas, diz Barreto, foram um individuo do sexo masculino de 95 anos e uma mulher de 83, sendo que ambos estavam completamente vacinados. “Aproveitamos para dar as condolências às famílias enlutadas, não só destes dois óbitos de hoje, mas também de todos notificados esta última semana de 7 a 23 de janeiro,” frisou, realçando que o acumulado de mortos por Sars-Cov2 é de 391, que dá uma taxa de letalidade de 0,7%.

Sobre a semana de 7 a 23 do corrente, de acordo com o DNS, houve mais 15 óbitos que, somando aos registados nos primeiros dias de janeiro, totalizam 40 mortos. “Os 15 óbitos que tivemos são de pessoas que têm uma média de idade de 78 anos. Ou seja, verificamos que as pessoas com idade igual ou superior a 60 anos são as que mais são acometidas. Destas, 53% eram do sexo feminino, sete tinham doenças do aparelho circulatório, ou seja, hipertensão arterial, cardíaca ou outra do sistema circulatório (46,6%); três eram diabéticos (20%) e quatro tinham outras comorbidades.”

Para Barreto, estes óbitos continuam a mostrar que pessoas que são mais acometidas são as com mais de 60 anos e, sobretudo, apresentam outros problemas de saúde como hipertensão arterial, diabetes, pessoas com problemas cardíacos, com antecedentes de cancro ou que tinham como antecedente o uso abusivo de álcool. Por isso, o DNS aproveitou para pedir a atenção das pessoas no sentido de cuidarem melhor da sua saúde. “As pessoas que sofrem de doenças cronicas pedimos para fazerem um esforço no sentido de controlarem melhor as suas doenças de base e também fazer um esforço de procurar as vacinas, para aquelas que ainda não foram vacinadas”, apelou.

Relativamente a evolução da situação epidemiológica, foram recebidas 709 amostras e confirmadas 95 positivos: Praia 9, Ribeira Grande de Santiago 1, São Domingos 1, Santa Catarina de Santiago 3, Tarrafal 6, Santa Cruz 1, S. Lourenço dos Órgãos 1, São Filipe 2, Mosteiros 4, S. Catarina do Fogo 1, Brava 7, R. Grande de Santo Antão 12, Porto Novo 7, São Vicente 21, Sal 2, Ribeira Brava de São Nicolau 3, Tarrafal 2, Boa Vista 6 e Maio 6. “Estes 95 casos novos dão-nos uma taxa de positividade de 13,4%. E, neste momento, temos a nível nacional 1053 pessoas que estão infectadas, correspondendo a 1,9% do total de casos de Covid-19 já identificadas no país. Tivemos ainda o conhecimento de mais 13 casos suspeitos: 3 em Santa Catarina de ST, 6 em São Miguel e 4 na ilha do Sal”, detalhou o DNS.

Jorge Noel Barreto informou ainda que 467 pessoas em isolamento tiveram alta, sendo 304 na Praia, 1 na RG de Santiago, 5 em São Domingos, 8 em Santa Catarina, 5 no Tarrafal, 4 em São Miguel, 6 em Santa Cruz, 3 em S. Lourenço dos Órgãos, 7 em São Filipe, 3 nos Mosteiros, 1 em S. Catarina, 14 na Brava, 10 na Ribeira Grande de Santo Antão, 11 no Porto Novo, 54 em S. Vicente, 2 na Ribeira Brava, 3 no Tarrafal, 5 na Boa Vista e 2 no Maio.

Cabo Verde tem um total acumulado de 53915 pessoas que testaram positivos para o vírus da Covid-19 mas já tiveram alta, representando 97,3% do total de casos confirmados, ou seja, 55401 desde o início da pandemia no país. Destes, 67% não tiveram sintomas ou foram muito leves e 33% apresentaram sintomas mais marcantes.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo