EnPalco100Artista

EnPalco100Artistas ganha financiamento de 10 mil euros da UE

A 2a edição do programa EnPalco100Artistas, criado pelo Ministério da Cultura e das Industrias Criativas e operacionalizado pela Bureau Export Music Cabo Verde (BEMCV),  vai ser financiado pela União Europeia num montante global de dez mil euros, ou seja, um milhão de escudos. A reposição deve-se ao sucesso da 1a edição, em que actuaram até agora 71 artista para 260 mil espectadores em pelo menos uma dezena de países.

Esta parceria, de acordo com um comunicado emitido pela tutela, resulta do reconhecimento por parte da UE do papel fundamental da cultura e no desenvolvimento das relações com Cabo Verde. Neste sentido, diz, uniu-se nesta iniciativa do MCIC, que tem como objectivo a transferencia directa de rendimentos para os artistas e criadores com residência fixa no país e que vivem exclusivamente da arte. É que estes, por causa das medidas de contingência e de confinamento, viram canceladas as suas actividades.

Graças a este novo financiamento, o MCIC acaba de abrir as candidaturas de 18 a 24 para o certame. Podem concorrer artistas e fazedores de cultura cabo-verdiana residentes, mas também estrangeiros que vivem em Cabo Verde. “A realização da 2a edição do EnPalco100Artistas é uma das formas encontradas para fazer face ao impacto do SARS-Cov-2, o novo coronavirus que obrigou a Organização Mundial da Saúde a declarar a situação de pandemia em março do corrente ano”, justifica, realçando que a cultura foi um dos primeiros sectores a ser afectados pelo vírus.

Foi para minimizar os efeitos no sector e na vida dos artistas e fazedores da cultura, sobretudo porque muitos dependem exclusivamente da cultura para viver que, segundo o MCIC, o Governo disponibilizou uma verba para custear os caches dos que participaram na primeira edição. Novamente, agora, todas as actuações e performances nas áreas das artes plásticas (pintura e escultura), dança, música, teatro, Stand Up Comedy e Slam Poesia/literatura, serão premiados com a quantia de 10 mil escudos, excepto se este o artista já beneficie de qualquer outra prestação atribuída pelo Estado durante a vigência das medidas restritivas adoptadas no âmbito da pandemia da Covid-19. Neste caso receberá apenas 60% deste montante.  

Para candidatar, os interessados têm apenas de aceder à plataforma para preencher os dados. De referir que, EnPalco100Artistas prevê a atuação de 100 artistas, de vários setores que utilizam a plataforma digital para mostrarem a sua arte. Dos 100 artistas selecionados para 1a edição, atuaram, até este momento 71, correspondendo a quatro mil horas horas de performance em direto (livestream), e 260 mil visualizações, com espetadores de Cabo Verde, Portugal, Estados Unidos, França, Holanda, Brasil, Reino Unido, Angola, Luxemburgo, Espanha, Senegal e Suíça. 

De acordo com o MCIC, o público-alvo com maior alcance pertence à faixa etária 25-31, seguido de 35-44 anos e 45-54 anos.

 216 total views,  3 views today

Partilhe esta Noticia!
Tags: No tags

Leave A Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *