Tecnologia/Curiosidades

Cabo Verde com pouca visibilidade por causa de areia e poeira do Sahara

Cabo Verde amanheceu com visibilidade reduzida, principalmente nas ilhas do Barlavento, por causa de areia e poeira transportadas do Sahara e da África Ocidental, em direcção ao Oceano Atlântico, segundo informações avançadas pelo Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica. Em São Vicente, a poeira cobriu parcialmente o Monte Cara e o Monte Verde, mas na verdade a visibilidade não está tão má como se previa.

De acordo com o comunicado emitido ontem por este instituto, nos últimos dias, verificou-se no arquipélago a redução da visibilidade causadas pela presença de partículas na atmosfera, conforme as Notas emitidas pelo Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica, INMG, nos dias 24 e 25 de setembro de 2021.“Para as próximas 24 horas prevê-se uma redução da visibilidade, resultante de areia e poeira transportadas do Sahara e África Ocidental, em direção ao Oceano Atlântico, com forte probabilidade de atingir o arquipélago”, lê-se,

Espera uma diminuição gradual da visibilidade, podendo apresentar-se moderada ou má, e uma tendência para intensificação do vento e agravamento significativo do estado do mar a Noroeste/Norte/Nordeste do Arquipélago. “O aumento da concentração de poeiras na atmosfera reduz a qualidade do ar e pode afetar a saúde pública, bem como as atividades socioeconómicas nomeadamente, as operações aéreas e marítimas”, frisa.

Termina dizendo que a vigilância do estado do tempo no arquipélago e as previsões da sua evolução serão contínuas e actualizadas pelo o Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica, INMG.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo