Social

Faleceu Mia d’Ribera d’Julion, a mulher mais idosa de S. Vicente

Faleceu Mri d’Jona, a mulher considerada a mais idosa da ilha de S. Vicente. Aos 113 anos de idade, Mia, como também era carinhosamente tratada, deu o adeus à zona de Ribeira d’Julião, onde residiu por mais de 30 anos, desde que chegou à ilha do Porto Grande vinda dos vales verdejantes do Paul.

No ano passado, o Mindelinsite prestou homenagem a essa centenária, quando completou os 112 anos de idade. Um acontecimento que reuniu à sua volta parte dos vários filhos, netos e bisnetos. Conforme a filha Isabel Rodrigues contou a este website, Mia já não via e nem ouvia muito bem, devido ao peso dos anos. Mesmo assim, dona Isabel, que também estava acamada devido a problemas na coluna vertebral e tensão arterial alta, garantiu que a mãe tentava sempre fazer algo para a ajudar. Sinal de que, apesar da idade, ainda Mia dava conta de si.

Nascida em Santo Antão, Maria Joana Rodrigues veio para S. Vicente há mais de trinta anos para viver com a filha, na zona da Ribeira d’Julião, centro das festas de Kolá San Jôn. Ficava sempre em casa a ocupar dos afazeres domésticos. E não era por acaso que muita gente a conhecia por Mia d’Ribera d’Julion.

Ao longo dos anos, Mri d’Jona viu a sua família aumentar exponencialmente. De tal forma que fica difícil dizer quantos netos, bisnetos e trinetos tem espalhado por este mundo. Mas, Isabel Rodrigues tenta fazer as contas a partir dos filhos e netos que ela própria tem. Pelas contas dela, a centenária terá deixado 21 netos, 36 bisnetos e 3 trinetos.

Para a trineta Heidymara Salomão, 24 anos, foi um privilégio e um orgulho usufruir da companhia da mulher mais velha de S. Vicente. “Ela costumava contar-nos muitas estórias, que nos dá uma ideia da diferença entre o seu tempo e a situação actual. Aprendi muita coisa com ela”, comentou essa jovem, em conversa com este jornal no ano passado. Segundo Hedymara, quando a trisavó completou 100 anos teve uma festa à altura do acontecimento, rodeada da sua extensa família. Mia foi agora para o descanso eterno, após uma longa vida. O funeral está agendado para amanhã.

Pub.

Mostrar mais

Kimze Brito

Jornalista com 30 anos de carreira profissional, fez a sua formação básica na Agência Cabopress (antecessora da Inforpress) e começou efectivamente a trabalhar em Jornalismo no quinzenário Notícias. Foi assessor de imprensa da ex-CTT e da Enapor, integrou a redação do semanário A Semana e concluiu o Curso Superior de Jornalismo na UniCV. Sócio fundador do Mindel Insite, desempenha o cargo de director deste jornal digital desde o seu lançamento. Membro da Associação dos Fotógrafos Cabo-verdianos, leciona cursos de iniciação à fotografia digital e foi professor na UniCV em Laboratório de Fotografia e Fotojornalismo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo