H1Social

Embaixada doa 600 viseiras e 300 máscaras à associação Nasce e Renasce em Portugal

A Embaixada de Cabo Verde doou à associação “Nasce e Renasce” alguns matérias de prevenção à Covid-19, que consistem em viseiras e máscaras, para serem distribuídas à população integrante da comunidade cabo-verdiana. Esta informação foi prestada ao Mindelinsite em Lisboa pela referida associação, que vai destinar essas 600 viseiras e 300 máscaras a famílias, estudantes, ex-reclusos, sem-abrigos e doentes evacuados. 

A vice-presidente da “Nasce e Renasce” deu conta de que saiu de um encontro com o embaixador de Cabo Verde em Lisboa, Eurico Monteiro, que lhe transmitiu a sua preocupação com a comunidade. Monteiro assegurou que tem disponibilizado recursos humanos e materiais da Embaixada, em articulação com diversas associações que estão na linha da frente do combate aos efeitos da Covid-19. 

“Somos testemunhos de que estes funcionários da Embaixada têm sido incansáveis no apoio às associações no terreno, ajudando as famílias, sobretudo as com registo de contaminação com o coronavírus, sempre supervisionado as suas condições e apelando a intervenção das associações no apoio em bens alimentares, prevenção e apoio psicológico”, disse a vice-presidente da associação, que enfatiza a preocupação para com os doentes evacuados de Cabo Verde com junta médica.

“Nasce e Renasce” continua na linha da frente contando com a parceria de entidades, associações, empresas, bem ainda da Embaixada de Cabo Verde na aquisição de bens alimentares, distribuição de material de prevenção contra o coronavírus, na ajuda do pagamento das faturas de gás, água, luz e medicamentos. Segundo a citada fonte vão em breve distribuir cerca de 50 cabazes a famílias vulneráveis, cujas vidas pioraram a nível profissional, financeiro, económico e social.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo