A1Opinião

A água do mar e seus benefícios para a saúde: Saiba como ela ajuda o nosso organismo

Por: António Cruz

Benefícios da água do mar e conselhos úteis aos banhistas

Divirta-se, relaxe e deixe o mar proporcionar-lhe uma vida mais saudável! Além de trazer paz e refrescância ao corpo e à mente, quando entramos em contato com a água do mar, o nosso organismo também responde da melhor foma, fortalecendo, desde questões estéticas, como a pele, até o combate de doenças.

De acordo com a dermatologista Gabriella Albuquerque, assim como diversos alimentos saudáveis que ingerimos no dia a dia e que fortalecem o organismo, o mar também é fonte de propriedades importantes para o bom funcionamento do corpo.

Todos os dias novas descobertas são feitas quanto às propriedades medicinais da água do mar. Além disso, a água do mar tem sido estudada desde a antiguidade como um poderoso remédio natural. Além de as praias serem um ótimo destino para quem quer divertir-se, relaxar e se exercitar, é comprovado que a água do mar traz vários benefícios para nossa saúde e bem-estar, ouvir o barulhinho da água, dar um mergulho e sentir as energias sendo renovadas. Mas você sabia que a praia não é só um simples lazer para os dias quentes? Muito pelo contrário, a água do mar pode trazer diversos benefícios para sua saúde (são muitos mesmo). É por isso que trago aqui alguns motivos pelos quais deve ir ao mar para desfrutar dos benefícios da água do mar para a saúde, seja na respiração, pele ou até na prevenção de doenças, o mar é um ótimo aliado para manter uma vida saudável. Confira alguns dos benefícios presentes na água do mar e em especial de doenças que ela trata e previne.

Um estudo realizado pela Universidade de Alicante, na Espanha, constatou que a Água do Mar fortalece o corpo contra os vírus, bactérias e reforça o Sistema Imunológico do corpo. O cloreto de sódio, substância que faz com que a água do mar seja salgada, possibilita melhor funcionamento das células do corpo, principalmente as imunológicas.

  1. Diminui a tensão e o estresse
    Além do acto de ir à praia em si ser relaxante e divertido, um banho de mar pode deixar tudo muito melhor. Por ser rica em magnésio e em outras substâncias benéficas ao nosso corpo, a água do mar alivia a tensão das articulações e dos músculos, consequentemente, diminui o estresse e a ansiedade. Um mergulho no mar pode ajudar a dormir melhor.
  2. Cicatriza e faz o tratamento da pele
    Além de melhorar a nossa imunidade, a água do mar ajuda também na melhor cicatrização de feridas. Os sais minerais presentes na água têm efeito antibiótico, ajudando no alívio e cicatrização de vários casos de doenças cutâneas, desde simples feridas ou inflamações, até algumas as mais sérias como dermatites. Um banho de mar também elimina a comichão e a pele morta acumulada, proporcionando uma leve escamação benéfica, sendo um recurso natural e poderoso para o tratamento da psoríase e da caspa.
  3. Melhora a respiração
    Somente respirar a brisa do mar já tem seus benefícios comprovados. Um estudo realizado na Austrália revelou que a inalação da brisa alivia a sinusite e tosse por conta da solução de cloreto de sódio presente. Ao se banhar, a água salgada contribui com a eliminação de toxinas, bem como também de elementos alheios presentes nos pulmões, assim quando mergulhamos no mar, expiramos o ar que temos em nossos pulmões, esse movimento proporciona limpeza dos
    brônquios.
  4. Ajuda com problemas no Fígado e nos Rins
    A água do mar é ideal para tratar doenças no fígado e rins, pois acelera o processo de regeneração das células danificadas por doenças como a cirrose, por exemplo. A água do Mar ajuda a eliminar o excesso de água acumulado no abdômen, que ocorre como consequência da doença.
  5. Auxilia no tratamento da Insônia
    Um dia na praia, com direito a banho de mar, além de melhorar a respiração, aliviar a tensão muscular e das articulações, por consequência a água do mar acaba sendo uma poderosa aliada para pessoas que sofrem de insônia. Com o corpo mais relaxado, além do barulho hipnotizante das ondas, o sono tem a tendência de ser mais pesado e revigorante.
  6. Neutralização das energias/cargas negativas
    Mergulhar no mar dá-nos a sensação de deixar as energias ruins para trás, possibilitando a renovação das energias boas. Não é à toa a crença de que um banho de mar pode “descarregar” energias negativas. O sal é capaz de restaurar nossas energias e neutralizar a carga negativa do nosso corpo, auxiliando também no rejuvenescimento celular e equilíbrio das reações bioquímicas do nosso organismo.
  7. Hidroterapia
    O contato da pele com a água fria do mar é revigorante, acelera os batimentos cardíacos, desperta o sistema imunológico e reduz a pressão arterial. Os exercícios realizados na água não sobrecarregam os tendões e articulações, sendo excelente para quem está com excesso de peso ou tem condição física limitada. Caminhar na praia pode ser também um ótimo exercício para os membros inferiores, ativando a funcionalidade das veias.
  8. Cuidados com a pele após o banho de mar
    Os cuidados com a pele são extremamente importantes, sendo válido ressaltar que, após o banho de mar, mesmo com tantos benefícios, é imprescindível o uso do protetor solar. “Segundo estudos, quando nos expomos a água rica em sal, diminuímos a nossa proteção ao raios ultravioletas B, isto quer dizer que ficamos vermelhinhos mais cedo do que se não tivéssemos nos exposto a água do mar”, finaliza a Dra. Gabriella.
  9. Reduz a dor em doenças crónicas
    Nadar na água fria do mar pode ser também um alívio para dores músculo esqueléticas relacionadas com diversas doenças crónicas, já que o contacto com a água fria permite a libertação de hormonas (endorfinas, adrenalina e cortisol) e consequente alívio da dor. Este é o caso, por exemplo, do alívio da dor crónica relacionada com a fibromialgia, que tem sido confirmado por diversos estudos. Um deles, desenvolvido na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Brasil), refere os efeitos positivos – físicos e emocionais – de exercícios aeróbicos na água do mar, para pessoas que sofrem desta doença.
  • Conselhos úteis aos banhistas:
  1. Não se deve tomar banho depois de uma refeição abundante, ou seja, sem que entre a última refeição e o banho medeiem pelo menos três horas;
  2. Evite-se o banho quando o corpo se encontre cansado por exercícios violentos;
  3. Suspenda-se o banho ao menor sintoma de mal estar;
  4. O banho é inconveniente quando se está tiritando de frio;
  5. Se o corpo está transpirando, deve-se delongar o banho até o corpo esfriar;
  6. Não nadar nunca contra a corrente, ao ver-se arrastado por ela, trate-se de a cortar em linha diagonal;
  7. Não se afastar muito da margem, nadando sem ser acompanhado por um barco. Todo o nadador deve estar ao par da sua capacidade de resistência;
  8. Não basta saber nadar, com maior ou menor destreza, para que um indivíduo se suponha capaz de poder efectuar um salvamento. Evite-se uma tentativa deste género se não foram tomadas previamente lições;
  9. Nunca mergulhar de cabeça quando o fundo não seja bem conhecido. Convém primeiro determinar a profundidade da água onde se pretende mergulhar, entretanto de pé ou sentado;
  10. 10.Terminado o banho, deve enxugar-se, vestir-se prontamente e pôr-se em movimento para provocar a reação.
  1. Comdte. e Mestre em Administração da Segurança Marítima
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar