B4Desporto

Cabo Verde “ganha” mestre internacional de Xadrez

Cabo Verde “ganhou” um mestre internacional de Xadrez, neste caso o cubano Mariano Ortega, actualmente director técnico da federação nacional da modalidade. O anúncio foi feito ontem, depois que a FCX recebeu formalmente a notificação da Federação Internacional de Xadrez de que Mariano Ortega foi transferido do organismo cubano para o cabo-verdiano.

Além de Ortega, a sua esposa Célia Guevara passou também a ficar oficialmente inscrita na FCX e ocupam neste momento o primeiro e segundo lugar respectivamente do ranking de Cabo Verde. “Quando a FCX estabeleceu contacto com o MI Mariano Ortega, para que desempenhasse o cargo de Director Técnico Nacional, foi também colocada a hipótese de, num futuro próximo, o Mestre, bem como a sua esposa, Célia Rodriguez Guevara, também ela jogadora e formadora de xadrez, se transferirem de Cuba para Cabo Verde, ou seja, passarem a jogar com a nossa bandeira”, revela a FCX. Conforme esta federação, havendo interesse das partes em que esse desejo se concretizasse, logo delinearam um plano para que viesse a ser possível essa pretensão.

Nesse plano, adianta a FCX, estava incluído a necessidade de se dialogar com a Federação Cubana visando obter a sua concordância para a transferência dos atletas e evitar assim um possível mal-estar entre as duas federações e o eventual custo de ressarcimento que Cabo Verde teria de pagar a Cuba.

Estando agendado para o final de Fevereiro o 90.º Congresso da FIDE, a FCX entendeu ser esta a altura ideal para abordar a Federação Cubana acerca da eventual transferência de Mariano Ortega e Célia Rodriguez Guevara para Cabo Verde, sem que fossem colocados entraves a essas transferências. Durante o 90.º Congresso da FIDE, não havendo, até então, contactos formais entre as duas federações, o presidente da federação brasileira e também vice-presidente da FIDE América, por solicitação do presidente da FCX, apresentou-lhe o seu homólogo de Cuba e foi a partir desta apresentação que os dois presidentes federativos iniciaram o diálogo.

Exposto o assunto, o responsável de Cuba não apresentou nenhum obstáculo e o processo de transferência foi processado. Deste modo, desde anteontem que a FCX passou a ter na sua equipa um mestre internacional de Xadrez.

KzB

Mostrar mais

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar