Desporto
Tendência

Cabo Verde faz história e vence selecção olímpica do Brasil

Os “Tubarões Azuis” venceram na tarde de hoje a selecção olímpica do Brasil por 2×1, em amistoso de preparação da equipa canarinha para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Os golos do combinado crioulo foram apontados por Willy e Lisandro. Já o Brasil, que marcou primeiro, fez o tento de honra por Pedro.

O jogo aconteceu em Belgrado, na Sérvia, e a selecção de Cabo Verde iniciou a disputa com a seguinte linha: Vozinha (guarda-redes), Furtado (substituído por Diney Borges), Steven Pereira, Roberto Lopes, Stopira, Kenny Rocha (substituido por Telmo Arcanjo), Dylan Tavares (Rely Cabral), Cuca, Vasco Lopes (Nuno Borges), Vagner (Gilson Tavares).

O Brasil também apresentou vários jogadores de destaque no cenário futebolístico do país, caso por exemplo de Gabriel Menino, Guilherme Arana, Gerson e Claudinho, este “craque” do último campeonato. Porém, tudo indica que a falta de jogos voltou a pesar, tendo em conta que o combinado brasileiro estava sem jogar desde 17 de novembro do ano passado, quando foi igualmente derrotado pela selecção do Egipto por duas bolas a uma.

De inicio, o Brasil ainda conseguiu fazer boas jogadas, remetendo Cabo Verde para o sector defensivo. Mas, com o passar do tempo, a seleção nacional tranquilizou-se e conseguiu ajustar a marcação, dificultando o trabalho brasileiro, que passou a arriscar de longe. Eram raras as jogadas do Brasil dentro da área cabo-verdiana. Aos 38 minutos do primeiro tempo, o árbitro sinalizou mão na bola de Roberto Lopes dentro da área. O Brasil converteu o penalti por intermédio de Pedro para 1 a 0.

Mas, aos 46 mn Cabo Verde empatou por Lisandro Semedo. Na segunda parte, o rendimento do Brasil caiu a pique. Aos 38 minutos da segunda parte, toda a defesa do Brasil falhou na saída de bola. Willy Semedo roubou o esférico e acertou uma bomba. Estava feito o resultado final da partida, 2×1 para os “Tubarões Azuis”.

Fonte: tnonline.uol.com.br

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo