COVID-19

Descontrolo no Brasil pode gerar novo vírus, um Sars-CoV-3

A Covid-19 está descontrolada no Brasil e, com tantas estirpes do Sars-CoV-2 a circular, poderá gerar um novo vírus no país, um Sars-CoV-3, alertou o médico brasileiro Miguel Nicolelis.

“O Brasil virou o epicentro da pandemia neste momento, uma vez que nos Estados Unidos houve uma queda de mais de um terço dos óbitos (..) O Brasil é o foco da doença no mundo”, afirmou à Lusa o neurocientista, que liderou por 11 meses um grupo de especialistas responsáveis por orientar um consórcio de governadores no nordeste do país para o combate à pandemia.

Médico e neurocientista, Miguel Nicolelis é também professor da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, e já esteve numa lista dos maiores cientistas do mundo, realizada pela revista Scientific American.

Nicolelis confirmou que a nova estirpe registada no país, conhecida como variante brasileira ou amazónica, é mais transmissível e, embora ainda não existam dados confiáveis sobre sua letalidade. Ou seja, ainda não há certeza se ela é ou não mais mortal do que outras variantes do SARS-CoV-2 em circulação no país, é um sinal de alerta já que uma transmissão pode provocar o surgimento de um novo tipo de coronavírus.

“O perigo é que nós estamos dando chance para o coronavírus, aqui no Brasil, se replicar e [infetar] entre 70 mil e 80 mil pessoas por dia e, isto, gera um número incrível de mutações no vírus. Isto pode dar origem a novas variantes e inclusive, no limite, a mistura do material genético de diferentes variantes pode gerar um novo vírus, um SARS-Cov-3”, explicou.

Fonte: Dinheiro Vivo

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo