Atualidade
Tendência

Piscina Oceânica do Mindelo ficará na Lajinha e estará pronta no 1. trimestre de 2021

Foi hoje apresentado o projecto Piscina Oceânica do Mindelo, uma estrutura orçada em cinco mil contos a ser construída com blocos flutuantes na parte Sul da praia da Lajinha, na zona mais protegida da agitação da maré. Iniciativa do Ministério da Economia Marítima, a piscina – que deverá ficar pronta no primeiro trimestre de 2021 – tem por principal objectivo facilitar o ensino da natação pelas escolas, daí ficar localizada naquela que é considerada a área mais segura da praia, ou seja, no recanto junto ao miradouro. Esta área, segundo Albertino Martins explicou através da plataforma digital Zoom, foi escolhida pela segurança que apresenta e, com base nos estudos, essa estrutura não irá provocar danos ao ambiente marinho.

Segundo o ministro Paulo Veiga, este é um projecto piloto que deverá ser replicado nas outras ilhas. A escolha de S. Vicente, disse numa intervenção, tem a ver com a oferta dessa área protegida da praia da Lajinha, o que irá permitir testar a ideia em ambiente seguro. “Temos praias espalhadas pelas ilhas, mas que não são seguras e que já foram palco de acidentes trágicos com perda de vidas humanas”, relembra Paulo Veiga. Para o governante, o projecto vai ajudar a estreitar a relação e a convivência do cabo-verdiano com o mar. Neste sentido, a expectativa do citado ministro é lançar projectos similares noutros recantos do arquipélago nas edições seguintes da Cabo Verde Ocean Week.

Além da piscina está prevista a construção de um bar no miradouro, que será explorado por privado. Este espaço poderá servir de apoio ao desporto náutico e não deverá vender bebidas alcoólicas.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo