Social
Tendência

Passageiro de S. Nicolau acusa CV Interilhas de ‘esquecer’ seu carro em S.Vicente

Hélio Lopes, que viajou para S.Nicolau há mais de uma semana, teve sua viatura “esquecida” no caís de cabotagem do Porto Grande em S. Vicente, não obstante ter comprado a passagem desde 20 de Dezembro do ano passado e feito a ordem de embarque para evitar “surpresas desagradáveis”. Inconformado, pede a empresa para enviar-lhe o carro o mais rápido possível. A CVInterilhas, concessionária do transporte marítimo Interilhas, justifica dizendo que o navio Interilhas teve uma avaria e foi substituído pelo Praia d’ Aguada, que tem limitações para o transporte de carros. 

Em declarações ao Mindelinsite, Hélio Lopes conta que trabalha em S. Nicolau, mas viajou para S. Vicente de férias. Prevendo dificuldades tendo em conta que se está na “época alta”, comprou a passagem e fez a ordem de embarque desde 20 de dezembro. Apesar de toda a precaução, quando foi embarcar o carro e foi informado que não era possível porque não havia espaço. “Não entendi, uma vez que tinha feito os demarches com antecedência e foi-me garantido que não haveria problema em enviar o meu carro para S. Nicolau. Mesmo assim, limitaram a me informar que o meu carro seria enviado na próxima viagem, que seria no dia 6 de Janeiro. Mas, mais uma vez, não isso não aconteceu. A próxima viagem é amanhã, sábado, espero que seja desta porque a minha viatura está no caís, desprotegida”. 

O mais grave, diz esta nossa fonte, é que não conseguiu falar com nenhum responsável da CVI. Na agência, limitaram a informar-lhe que deveria enviar uma reclamação por email para a empresa, mas não teve resposta. Hélio Lopes revela que, da primeira vez, conseguiu localizar um amigo em SV, que ficou encarregue de cuidar do carro. Este aproveitou que colocou todos os seus pertences na viatura. Viajou apenas com uma mochila.

“Agora este meu amigo está também a enfrentar constrangimentos porque não tem os seus equipamentos, que estão no carro. Os documentos do meu carro, neste momento estão na minha mão. Foram trazidos por este meu amigo que me confidenciou que, por diversas vezes, questionou os funcionários do navio sobre o porque da demora no embarque da viatura. A resposta foi sempre a mesma: dentro de minutos o carro estará no barco”

A assessoria de imprensa da CVI explica que o navio Interilhas teve uma avaria e foi substituído pelo Praia d’ Aguada, que tem alguma limitação no transporte de carga, principalmente de viaturas. Foi por este motivo que parte da carga despachada para São Nicolau, teve de ficar em S. Vicente. Jorge Martins garante, no entanto, que a situação está normalizada. “O navio Interilhas já está operacional e a carga que ficou para trás será enviada na próxima viagem, que será amanhã”, tranquiliza. Este aproveita para pedir desculpa aos utentes da CVI pelos constrangimentos causados.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo