Social
Tendência

Doação destinada ao bairro do Iraque entregue pelos músicos Palass e Djamilo à Morabi

A Morabi recebeu ontem 560 euros angariados pela associação cultural Roda de Coladeira, sedeada no Luxemburgo, destinados aos moradores da zona do Iraque, em S. Vicente. O valor foi entregue pelos músicos Djamilo e Palass, que tiveram intervenção directa nessa iniciativa, cujo objectivo é ajudar esse bairro informal criado por pessoas pobres e normalmente desempregadas.

Fátima Alves, coordenadora da Morabi em S. Vicente, agradeceu esse “gesto nobre” e assegurou que esse dinheiro será aplicado para melhorar o funcionamento institucional e terminar a construção do espaço “Um Bracinha”, construído para acolher as crianças. “Vamos propor no início deste ano lectivo que haja um polo pre-escolar a funcionar nessa zona, para que as crianças tenham as mesmas possibilidades que outras residentes noutras localidades mais privilegiadas”, informa Fátima Alves.

Das mais de 40 crianças residentes no bairro, 12 foram identificadas nessa faixa etária e, segundo a responsável da Morabi na região Norte, a intenção é que recebam aulas com base no programa do ministério da Educação.

“Iraque” tem recebido a atenção da sociedade cabo-verdiana e, conforme Fátima Alves, muita gente está a contribuir para minimizar o sofrimento dos moradores. Trabalhar com a comunidade tem sido uma experiência interessante, tanto assim que a Morabi tenciona estender essa forma de intervenção a outros bairros informais existentes em S. Vicente e com as mesmas necessidades.

A ideia desta campanha de solidariedade surgiu quando o músico Palass resolveu partilhar um vídeo sobre Iraque num grupo de amigos no Facebook. “O pessoal ficou logo sensibilizado e de seguida fiz uma life musical com o intuito de levar as pessoas a colaborar. A minha amiga Naty, residente na América, apareceu na life, conservamos, expliquei-lhe a ideia e, entretanto, a associação Roda de Coladera resolveu também participar nessa iniciativa”, explica Palass, que se mostra satisfeito com o resultado dessa campanha.

De férias em S. Vicente, Djamilo, responsável da parte cultural da associação Roda de Coladera, trouxe e entregou à Morabi o valor angariado de doações feitas através de uma página criada pela amiga Rosy. Antes disso, ele e Palass efectuaram uma visita ao bairro do Iraque e, confessa, ficou chocado com o que viu. Enviou algumas fotos do local para a presidente da associação sedeada no Luxemburgo e a ideia é continuarem a ajudar a comunidade, composta por cerca de 100 pessoas.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo