Publireportagem
Tendência

Empresa Sociex regista crescimento substancial e quer fidelizar clientes no sector da construção civil

A SOCIEX, S.A. registou nos últimos anos crescimento substancial do volume de venda que, na opinião do Director-Geral, Carlos Soulé, aponta para a manutenção de um estado de saúde favorável no sector da construção civil, pelo menos na ilha de S. Vicente, onde tem a sua sede. Prestes a completar 20 anos, a empresa hoje posiciona-se no mercado como uma parceira de confiança dos seus clientes, neste caso as empresas de construção civil, construtores, mestres de obras e pessoas singulares e coletivas que queiram desenvolver os seus projetos de construção.

Segundo Carlos Soulé, a postura tem sido escutar, apoiar e fornecer soluções aos projetos apresentados. A estratégia tem resultado numa relação de confiança com clientes, fornecedores, acionistas e colaboradores.

No ano passado, a empresa vendeu mais ferro, mas registou depois um equilíbrio com a comercialização do cimento. Neste momento, adianta o responsável da empresa, o panorama está a alterar face a uma nova estratégia de penetração de mercado.

A empresa, acrescenta Carlos Soulé, apostou fortemente na formação dos seus talentos, e continua a fazê-lo, como forma de estar preparada para responder aos novos desafios. Para o efeito, criou uma sala equipada com instrumentos adequados. “O próximo passo é estender as formações ao pessoal do sector da construção civil, em particular aos mestres de obra”, adianta.

Novos produtos, novas metas

O mercado da construção está em permanente desenvolvimento. Isso acontece não só ao nível do tipo de material que é utilizado como também na solução construtiva em geral. Carlos Soulé garante que a Sociex está sempre atenta a esse processo para trazer a Cabo Verde soluções técnicas já comprovadas no exterior e que se adaptam ao contexto nacional.

“Nesse sentido, estamos a identificar oportunidades no mercado para darmos o nosso contributo ao desenvolvimento e crescimento do país”, assegura o gestor.

A Sociex comercializa neste momento produtos de construção civil, designadamente o cimento Portland, cimento cola, ferro nervurado, arame recozido, malhassol, madeiras diversas (casquinha originária da Finlândia, pinho, mogno), aglomerados, contraplacado marítimo para cofragem, entre outros.

Criada em 2003 por ex-trabalhadores da EMPA com um capital social de 10 milhões de escudos, a Sociex nasceu com a pretensão de preencher o vazio deixado no mercado pela extinta Empresa Pública de Abastecimento. Inicialmente a sua sede ficou na cidade da Praia, mas foi transferida para Mindelo e hoje tem um capital social de 75 milhões de escudos.

A SOCIEX tem actualmente 32 funcionários directos e 7 temporários, com uma média de idade de 46 anos. Apesar de a média ter vindo a baixar significativamente nos últimos tempos, a estratégia é que, a médio prazo, seja ainda mais reduzida.

Os seus recursos humanos são compostos por 63% do sexo masculino e 37 por cento feminino. Esta grande diferença na distribuição do género deve-se ao facto do esforço físico requerido na entrega da mercadoria ser elevado. Segundo Soulé, é intenção firme da empresa continuar a participar no desenvolvimento sustentado do país, contribuindo com soluções que satisfaçam e deem confiança aos clientes e parceiros, visando transformar a Sociex numa referência no mercado nacional.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo