Opinião

A força da Independência

Por: Maria de Lourdes

A mensagem da estilista italiana Greta Tulipano (amiga de Hernani) caminhava na passarela, através dos seis modelos. As seis pérolas da juventude cabo-verdiana que desfilaram para o fundador de Ilhéu Fashion, atingindo o Apoteose com um público bem-disposto em aplaudir.

A organização do evento é de Caboverdemania e Tabankaonlus em colaboração com Amigos de Soncente e Nos d’Sintanton e com a adesão de todas as associações cabo-verdianas em Italia, Radio B. Leza e Onda Azul e com o patrocínio da Embaixada de Cabo Verde em Itália. Segundo os organizadores, sábado 9 de Julho foi o dia ideal em que a maioria da comunidade poderia participar na Festa da Independência de Cabo Verde e homenagear Hernani Moreira, promotor da cultura cabo-verdiana em Itália.

Pela primeira vez

O evento foi realizado na Villa Veientana, situada numa área muito verde, com árvores seculares e jardins floridos, prado verde, tudo muito bem cuidado. Na parte mais alta do espaço decorria o nosso evento, com uma visão panorâmica muito sugestiva: em baixo  o prado imenso com uma lagoa ao centro e um por do Sol fantástico a tomar parte na Festa dos cabo-verdianos. No evento participou um vasto público de cerca 220 pessoas, inclusivo italianos e outras nacionalidades, distribuídas em 21 mesas à volta da piscina. A novidade deste ano foi a participação extraordinária de jovens da segunda geração e também da terceira (ainda que adolescentes e crianças).

A exposição de fotos e T-shirt de Amilcar Cabral e Hernani Moreira completavam o cenário.

Antes de iniciar o evento, os organizadores, através de Maria Gomes, decidiram ler a mensagem que Hernani Moreira tinha enviado, no dia do funeral de Willy Duarte Monteiro. Chocado pelo assassínio de Willy, Hernani escreveu: “Hoje dia 12 de Setembro, é o dia do teu funeral, Willy. Não é por acaso, porque no dia 12 de Setembro de 1924 nascia Amílcar Cabral. Uma coincidência que faz de ti um herói da segunda geração da nossa comunidade em Itália.”

Maria Gomes concluiu : “Willy deixou-nos um legado imenso: responsabilidade, coragem, generosidade e altruísmo. Deixou-nos também o exemplo duma grande família. A forma como enfrentaram a terrível tragédia do assassínio do filho de 21 anos foi e constitui uma grande honra para todos os cabo-verdianos.

Logo a seguir a apresentadora Ana Spencer, da Associação Amigos de Soncent, convida o Embaixador de Cabo Verde em Itália, Dr. Jorge Figueiredo Gonçalves, a proferir a sua intervenção. Uma intervenção que abrangeu o papel de Amílcar Cabral na luta da libertação, a Independência de Cabo Verde, as conquistas e os objectivos alcançados. Foi levantado o problema da crise mundial e a repercussão na economia cabo-verdiana, elogiando a grande contribuição da nossa diáspora, neste momento de crise e no desenvolvimento de Cabo Verde.

A grande surpresa para a nossa comunidade foi a presença da Embaixadora da Argentina na Santa Sê, Dra. Maria Fernanda Silva, de origem cabo-verdiana. A mãe da Embaixadora nasceu em S. Vicente (palmas e gritos de entusiasmo do grupo de S. Vicente), o pai é filho de cabo-verdianos, mas nascido na Argentina. Podem imaginar a maravilha e o entusiasmo da nossa comunidade.

A intervenção da Embaixadora foi muito enérgica, passional (em espanhol) e com grande fervor. Estava bastante comovida quando falava dos pais. Tomamos conhecimento que no mesmo dia na Argentina celebravam a data da proclamação da independência no dia 9 Julho de 1816.

Com a intervenção de Maria de Lourdes Jesus termina a parte institucional dedicado a 5 de Julho para dar espaço à homenagem a Hernani Moreira, através de mensagens dos amigos cabo-verdianos e italianos. Na homenagem a Hernani Moreira não podia faltar o desfile.

A mensagem da estilista italiana Greta Tulipano (amiga de Hernani) caminhava na passarela, através dos seis modelos, as seis pérolas da juventude cabo-verdiana que desfilaram para o fundador de Ilhéu Fashion, atingindo o Apoteose com um público bem disposto a aplaudir.

A seguir algumas mensagens das três amigas de Hernani e da sua mãe

Martina Moreira.

A gente conheceu-te assim: fiel e seguro na amizade e com tantas tonalidades na espessura dos teus sentimentos quantas são as diversidades daquelas 10 ilhas no meio do profundo Oceano.

Você nos deu a infinita maravilha e a enorme alegria de conhecer e poder compartilhar uma cultura que, sendo profundamente mestiça, nos fez entender e sentir que somente da união da diversidade nasce a verdadeira riqueza e, com a tua capacidade incrível de mergulhar na cultura italiana, a tua mensagem e a tua experiência penetraram dentro de nós.

Trouxeste nas nossas vidas a melancolia de Morna e o vigor tonificante daqueles 10 caravelas ao vento e hoje continuas a navegar nos nossos corações”.

Claudia Origlia- escritora e jornalista RAI NEWS

“Queridos amigos, dirijo os meus cumprimentos a todos vós, organizadores deste extraordinário evento em memória de Hernâni, um grande amigo e apoiante da nossa cultura cabo-verdiana. Através destas iniciativas, fortalecemos e representamos todo o verdadeiro espírito cabo-verdiano que sempre nos uniu. Saudação afectuosa da comunidade de Nápoles e da minha parte.”

Maria Ilena Rocha- Presidente Nazionale dellAnolf-Cisl- Italia

“Generosidade, profundidade e leveza: qualidades raras que coexistiram em Hernani e criaram uma síntese perfeita de compromisso cultural, alegria de vida e olhar melancólico para o mundo.

Partilhámos parte da nossa juventude, realizando sonhos e projectos, incluindo dar vida à CALIBAN, uma associação ítalo-cabo-verdiana, trazendo à Itália artistas da zona lusófona, encenando, em 1986, o primeiro espectáculo intercultural em Roma (Universidade La Sapienza).

Isso e muito mais torna Hernani especial e inesquecível, frágil e muito forte, uma pessoa que me faz sentir feliz de o ter conhecido.”

Ivana Conte – Escritora e investigadora teatral

A seguir a mensagem que a mãe de Hernani, Martina Moreira, enviou aos organizadores, para ler no dia da homenagem ao seu filho.

“A partir do mindelo – S. Vicente – Cabo Verde, envio, de forma sensibilizada, um forte abraço a todos os amigos e conhecidos do meu querido filho Hernani Moreira e… De modo muito particular à cidade de Roma, que iluminou a sua juventude. Uma especial saudação e agradecimento ao Sr. Embaixador, desejando-lhe saúde e longa vida.
Desejo paz e amor a toda comunidade cabo-verdiana residente em Itália. Sigamos sempre os bons exemplos para que nos orgulhemos de ser, eternamente, cabo-verdianos “vero!!!
Desejo sucessos nessa calorosa actividade que estão levando a Cabo Verde, em homenagem ao Hernani.
Profunda gratidão aos promotores e todos os demais por essa grandiosa iniciativa amiga e de reconhecimento.

Bem hajam! Cumprimentos

Martina Moreira

Mostrar mais

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo