Mundo

Localizadas caixas-negras de avião que caiu na Indonésia

As caixas-negras do Boeing 737-500 da empresa Sriwijawa, que sofreu um acidente com 62 pessoas a bordo na Indonésia, foram localizadas neste domingo. Também neste domingo a polícia de Jacarta confirmou que partes de pertences e de corpos foram encontrados na áreas onde os últimos sinais do voo haviam sido emitidos. O porta-voz da polícia de Jacarta, Yusri Yunus, disse à Metro TV que agora estão a trabalhar para identificar as vítimas e os objectos.

Exército, navios de resgate, helicópteros e mergulhadores continuam em busca de sobreviventes. O avião fazia o voo 182 e perdeu mais de 10 mil pés de altitude em menos de um minuto enquanto rumava à cidade de Pontianak, na ilha de Bornéu.

O voo – que levava 50 passageiros, entre os quais 10 crianças, e 12 tripulantes – deveria durar cerca de uma hora e 30 minutos. O avião caiu, mas ainda não há qualquer indício que permita determinar as causas. O responsável da companhia aérea disse que o aparelho, que fez o primeiro voo em 1994, estava em boas condições.

As buscas começaram depois de pescadores terem encontrado o que parecem ser destroços de um avião em águas a norte da capital, Jacarta. Também um responsável de segurança referiu à CNNIndonesia que encontrou “alguns cabos, pedaços de calças de ganga, e pedaços de metal na água”.

A Indonésia foi o palco para o primeiro acidente grave com outro modelo do construtor americano. O Boeing 737 MAX operado pela Lion Air despenhou-se no final de 2018, causando a morte a 189 pessoas. Outro acidente com o mesmo modelo novo da Boeing na Somália levou à suspensão das operações destes aviões e a uma investigação das autoridades americanas.

C/ Globo, BBC, Observador

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo