Mundo

Ex-banqueiro luso João Rendeiro encontrado morto em prisão na África do Sul

O ex-presidente do Banco Privado Português, João Rendeiro, foi encontrado morto, esta sexta-feira, na cela da prisão na Africa do Sul, onde estava detido desde dezembro do ano passado. O antigo banqueiro ter-se-á suicidado, tendo sido encontrado num cenário de enforcamento.

As circunstâncias da sua morte não foram ainda oficialmente confirmadas, tendo as autoridades sul-africanas aberto um inquérito, uma vez que este supostamente dividia a cela com cerca de 50 reclusos e estava à guarda da prisão de Wsteville. 

De acordo com a sua advogada, June Marks, a sessão preparatória relativamente ao processo da extradição do seu cliente para Portugal, que estava marcada para 20 de Maio, tinha sido antecipada para hoje, sexta-feira, e que o ex-banqueiro foi encontrado morto pelos guardas que o iam transportar para o tribunal. O julgamento do processo de extradição estava agendado para decorrer entre 13 e 30 de Junho.

Com esta morte, diz a Procuradoria-Geral da Africa do Sul, extingue-se o procedimento criminal, mas não as decisões dos pedidos civis. Os bens do ex-bandeiro vão servir para pagar as indemnizações a que foi condenado, acrescenta. 

O antigo banqueiro, detido a 11 de dezembro do ano passado naquele país para onde tinha fugido, encontrava-se na prisão Westville, em Durban, enquanto aguardava pela decisão do seu processo de extradição para Portugal. Tinha três mandados de detenção europeus e internacional em seu nome. 

Fonte:Compilação imprensa lusa

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo