Mundo

Desmantelado “supercartel” que controlava tráfico de cocaína na Europa 

A polícia europeia desmantelou um “supercartel” de traficantes de droga que controlavam cerca de um terço do comércio de cocaína na Europa. De acordo com a Europol, 49 pessoas de vários países, incluindo seis principais suspeitos em Dubai, foram detidas entre 8 e 19 de novembro.

Denominada “Operação Desert Light”, a investigação visava o centro de comando e controlo e a infraestrutura logística de tráfico de drogas na Europa. Mais de 30 toneladas de drogas foram apreendidas durante as investigações realizadas em Espanha, França, Bélgica, Holanda e Emirados Árabes Unidos.

A Agência Antidrogas dos EUA também desempenhou um papel importante no desmantelamento da organização, que também estava envolvida em lavagem de dinheiro, segundo a Europol. “Os narcotraficantes considerados alvos de objetivos de alto valor pela Europol se uniram para formar o que era conhecido como um ‘super cartel’ que controlava quase um terço do comércio de cocaína na Europa “, afirmou a agência da União Europeia para a cooperação policial, em um comunicado.

A escala de importação de cocaína para a Europa sob o controle e comando dos suspeitos era enorme”, acrescentou, realçando que os traficantes usaram comunicações criptografadas para organizar os carregamentos de drogas.

Na Espanha, a Guarda Civil batizou a investigação de “Operação FAUKAS” e efetuou operações simultâneas em Málaga, Madri e Barcelona em 8 de novembro, com um balanço de 15 pessoas detidas, incluindo três alvos de alto valor (HVT, na sigla em inglês), um em Málaga e dois em Dubai. 

“Com esta operação, alcançamos um marco histórico na luta contra o narcotráfico global. A ação realizada no Dubai é um ato sem precedentes, que culminou na detenção simultânea de 6 HVT que estavam refugiados neste emirado com a convicção de que estavam a salvo de uma possível ação policial”, afirmou a Guarda Civil.

C/Rfi

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo