Mundo
Tendência

Brasil: Juíza morta a facadas pelo ex-marido à frente das filhas na véspera do Natal

Uma juíza foi morta a facadas pelo ex-marido na véspera do Natal, na Barra da Tijuca, Brasil. O acto tresloucado de Paulo Arronenzi, 52 anos, foi presenciado pelas três filhas pequenas da vítima. Segundo a Globo.com, num vídeo que circula nas redes sociais é possível escutar os gritos das crianças — gêmeas de 9 anos e uma de 12 — clamando para que o homem parasse de golpear a magistrada Viviane Vieira Arronenzi.

Consta nos dados da Polícia Civil, conforme esse jornal brasileiro, que o autor do crime já havia sido enquadrado na Lei Maria da Penha após denúncia de Arronenzi em setembro deste ano. Por conta disso, a juíza chegou a ter escolta com dois carros de segurança. No entanto, com o passar do tempo, a vítima assinou um termo dispensando a proteção. O desfecho foi a sua morte a facadas na véspera do Natal.

O autor do crime foi detido e o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) já lamentou a morte da juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, vítima de feminicídio.

C/Globo.com

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo