Economia
Tendência

Jovem oferece consultoria gratuita para novos empreendedores que emergiram da pandemia

Uma jovem natural da Boa Vista, a primeira ilha de Cabo Verde a registar casos de Covid-19, decidiu abrir uma página online oferecendo consultoria gratuita para ajudar as pessoas que perderam o emprego por causa da pandemia e optaram por abrir negócios próprio. Marina “Lilly” Ramos, que é licenciada em Ciências de Comunicação, acredita que poderá ajudar estas pessoas a melhorar a imagem os seus projectos, dando sugestões de melhoria e apresentando dicas em tudo o que possa realçar os seus negócios. 

Lilly Ramos

Em entrevista ao Mindelinsite, Lilly Ramos lembra que, nos primeiros tempos da pandemia em Cabo Verde, as recomendações eram para ficar em casa e sair somente em caso de necessidade, nomeadamente para fazer compras. “Da minha varanda dava para ver o medo no rosto das pessoas e a insegurança de estar nas ruas. A frase que mais se ouvia era ‘Fica em casa’ ou ‘F’ca na casa’. Sabia que ficar em casa ajudava a conter a Covid-19, mas não me conformei em apenas ficar sem fazer nada a cuidar da filha de quase dois anos, enquanto o marido fazia quarentena em um hotel”, conta.

Inconformada, esta jovem revela que precisava fazer alguma coisa para ajudar a sua ilha a combater este flagelo invisível, mas com forte impacto. Foi então que, diz, surgiu a ideia de criar a página “Vai ficar tudo bem Boa Vista”. Nesta publicava textos com recomendações de como proteger a ilha do vírus. “Escrevia mensagens de encorajamento tanto para os funcionários que estavam de quarentena nos hotéis como para a população em geral. E muitos me agradeceram dizendo que os meus textos ajudaram bastante naquele momento. Ficaram mais fortes para lutar contra o vírus”, assegura. 

A jovem conta que se sentiu revigorada. Acredita que as pessoas precisam ser mais solidários de que o vírus e que todos podem ajudar, realçando que esta luta está mais nas mãos da população do que dos governantes. “Com o aumento dos casos no país, começamos a sentir as consequências negativas desta pandemia. Muitos cabo-verdianos perderam seus empregos. Felizmente, alguns optaram por criar o seu próprio negocio para driblar o desemprego.”

E Lilly resolveu seguir esta onda. “Sou licenciada na área de comunicação e não podia cruza os braços. Foi assim que surgiu a página Vai Ficar Tudo Bem Boa Vista e, uma segunda página, Comunica, com conteúdos diferentes. Sinto-me feliz de poder ajudar o próximo”, comemora esta jovem que diz oferecer, através da sua página, consultoria gratuita às pessoas, sobretudo na área de comunicação, ajudando-as a melhorar a imagem do seu negócio e a conquistar o público-alvo através de ferramentas de comunicação. 

Apresento sugestões de melhoria da imagem através da comunicação interna e externa, atendimento, liderança e relações pública. Também sugiro  e crio conteúdos para as suas página. Ou seja, faço tudo o que possa ajudar a melhorar ou criar uma boa imagem perante o público”, explica.

Lilly garante que, apesar do pouco tempo de existência, já ajudou várias pessoas com dicas e sugestões, conversação e mensagens motivadoras. Mostra-se também disponível para ir ao terreno acompanhar os projectos de perto e para fazer estudo de mercado para depois sugerir melhorias. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo