Economia
Tendência

Guias de turismo recebem formação para nova “normalidade”

Os guias de turismo das ilhas de Santiago e Sal vão ser capacidades para a nova normalidade no sector do turismo e para melhorar as suas competências profissionais. O argumento usado pelo ministério do Turismo e Transportes para justificar esta acção em plena pandemia do novo coronavírus é a exigência de “novas dinâmicas” na procura de na oferta e reflete uma maior exigência sobre o sector do turismo. 

Ao todo, serão 600 profissionais afectos ao turismo, incluindo taxistas, policias de fronteiras, segurança de aeroportos, entre outros profissionais ligados ao sector do turismo que serão capacitados com uma acção especifica a nível do turismo. “Para promover a qualidade do serviço prestado aos visitantes, visando melhorar não só as competências em acolhimento e atendimento aos clientes/turistas. E serem transformados em autênticos agentes promocionais do destino Cabo Verde”, afirma.

Pretende-se desenvolver as suas competências, no quadro da especialização dos recursos humanos ao sector do turismo. Igualmente um maior empenho na melhoria de qualidade dos serviços numa política de sustentabilidade e segurança sanitária para aprofundar os conhecimentos sobre recursos e atrativos turísticos, reforçar os conhecimentos de História e Cultura de Cabo Verde e sobre a segurança sanitária.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar