Economia
Tendência

AAVT diz que CV Connect vai trazer mais dinamismo ao mercado

A Associação das Agências de Viagens e Turismo (AAVT) acredita que a entrada do novo operador aéreo no mercado cabo-verdiano vai trazer mais dinamismo e competitividade em prol das agências de viagens. Mário Sanches reagia ao anuncio da abertura de operações da CV Connect Service, através da Azores Airlines, uma iniciativa privada envolvendo empresários nacionais que pretende reforçar as ligações áreas entre Cabo Verde e o resto do mundo.  

Para este responsável, esta iniciativa não poderia chegar em melhor hora devido ao forte impacto negativo da pandemia do COVID-19 e as restrições a ela relacionadas com o Estado de Calamidade a vigorar ainda em algumas ilhas do país, com consequências também “calamitosas” para o negócio dos que atuam nestes setores e para toda a economia de um país cujas receitas (PIB) dependem em aproximadamente 25% do turismo e das viagens.

“Saudamos vivamente os promotores pela entrada deste player no mercado nacional, ligando Cabo Verde ao mundo, com tarifas atrativas e que se adaptam aos bolsos dos cabo-verdianos”, afirmou Mário Sanches, acrescentando que, ao associar-se a SATA Azores Airlines, a CV Connect está a reforçar o compromisso com a qualidade e o know how aéreo. 

Este destacou ainda o anuncio feito pela TAP Portugal de uma mega –promoção nas linhas Lisboa-Praia, Lisboa – São Vicente e nos sentidos inversos. Sanches diz acreditar que iniciativas similares venham a continuar e alargar-se a outros destinos que aportam Cabo Verde. 

A AAVT deseja e espera que outras companhias venham a cruzar os céus de Cabo de Cabo verde e do mundo, aproveitando ainda para apelar ao Governo da República da necessidade de redução dos custos dos testes PCR, ajudando a criar as condições para aumentar a competitividade do destino Cabo Verde e por forma a tornar mais viável a sua promoção e consequente aumento do rendimento das agências de viagens nacionais”, conclui. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo