B2Desporto

Regional de futebol de SV ao rubro: Académica, Batuque e Mindelense de olhos postos no título

A duas jornadas do final do Campeonato Regional de São Vicente,  o otimismo toma conta das três equipas que se encontram ainda na luta pelo título de campeão. Com 12 jornadas já disputadas, no topo da tabela está a Académica do Mindelo com 23 pontos, seguida pelo Batuque Futebol Clube com 22 e o Clube Sportivo Mindelense com 20. Mas a ansiedade vai ter de ser contida porque esta semana o campeonato cede lugar a Taça de São Vicente.

Carlos Machado, treinador da Académica, sente que a sua equipa está mais perto, mas ainda não encaram este campeonato como certo. “Temos dois jogos bastante complicados, o que nos faz pensar que estamos longe ainda do título. No último jogo teremos um confronto com um adversário direto nesta corrida pelo regional”, explica.  

Liderando o campeonato, este faz um balanço “bastante positivo” da época, dado que esperava da equipa um “novo comportamento”. Desde que começou a segunda volta que, diz, percebeu que o  campeonato ficou mais difícil, frente a adversários mais “empenhados”. No entanto, acredita que se vencer o próximo jogo, a ultima jornada será “mais calma”, com “menos pressão”, jogando pelo empate ou por uma vitória. 

De diferente que irá levar para o Adérito Sena para o final desta jornada, Machado destaca a dinâmica da equipa, de acordo com os adversários, mantendo  o mesmo modelo de jogo e sistema tático. E já está de olhos no “Nacional” pelo que antevê muito trabalho pela frente. Pede, por isso, aos adeptos para irem ao estádio apoiar esta jovem e empenhada Académica.

Batuque espreita deslize

A um ponto do líder, Piky ainda se adapta à equipa que treina há apenas três jornadas. “Nao considero o meu trabalho mais difícil por estar há pouco tempo com a equipa, em relação aos outros treinadores dos clubes adversários. Qualquer jogo é sempre difícil, o que conta é a motivação em trabalhar para melhorar a cada dia”, garante.

O “coacta” considera o desempenho da equipa tem sido positivo e mostra-se confiante com o trabalho que fazem a cada jogo. Por isso acredita que o Batuque poderá sagra-se campeão desta época. O próximo jogo que irá disputar é a Taça de São Vicente e o importante para este treinador é apresentar um bom futebol para levar a equipa a atingir os seus objetivos.

Mindelense “mira” novo título

Em terceiro lugar, mas com muita confiança, encontra-se a equipa do Mindelense. O treinador Rui Leite diz que depois dos atuais campeões nacionais terem vencido o “Torneio de Abertura” e a “Super Taça de São Vicente”, a expectativa para conquistar o campeonato é grande.

Acabamos por perder cinco jogadores que foram para o exterior, para procurar novas oportunidades na vida, e a equipa ressentiu um pouco. Por causa disso, tivemos muitas oscilações, com alguns empates. Mas somos a única equipa sem derrota. No entanto, temos marcado poucos golos”, lamenta o treinador da equipa da Rua d’Praia.

Apesar disso, Rui Leite sente que a equipa ainda está “dentro do campeonato”, a duas jornadas do final. A forma de estar da sua equipa, de pensar e encarar a época é com o objetivo de vencer sempre e por isso acredita “piamente” que o Mindelense poderá revalidar o titulo.

Temos que ganhar os nossos dois últimos jogos. Não depende só de nós, mas o calendário das equipas que estão na luta leva-nos a pensar que poderemos ganhar o campeonato, vencendo estas duas jornadas”, garante.

Para que o campeonato regional termine da melhor forma, Rui Leite aconselha serenidade aos colegas treinadores, que deixem de lado a arbitragem e as “coisas estranhas” que  têm vindo a acontecer nesta prova. “A arbitragem faz o seu trabalho e nós acreditamos nos nossos jogadores e fazemos o nosso trabalho. O resto é futebol”, remata Rui.

Sidneia Newton (Estagiária)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar