Cultura

URDI: Peça “Barro Fresco” vence concurso de design “Klaridad – Imaginar Futuros”

A peça “Barro Fresco”, da autoria da arquitecta Elaine de Pina, foi declarada ontem a vencedora do concurso de Design “Klaridad – Imaginar Futuros”, lançado no âmbito da feira de artesanato URDI. O anúncio foi feito durante a abertura do salão de design Created in Cabo Verde, que decorreu no Centro Cultural do Mindelo.

 Inspirada no ar condicionado indiano feito pelo Ant Studio, a peça é um sistema de refrigeração por evaporação construído com barro, material fácil de se encontrar nas diversas ilhas de Cabo Verde, com formas que vão se afunilando, transformando o ar quente – que entra na parte mais aberta – em ar fresco na zona mais apertada. Visa adaptar-se às necessidades de resfriamento dos ambientes em Cabo Verde, sem se recorrer à energia eléctrica.

Segundo a autora, as temperaturas estão cada vez mais altas e torna-se por vezes insuportável ficar dentro de certos locais. E refrescar os interiores torna-se difícil quando o rendimento financeiro das famílias é baixo, o que não lhes permite comprar um aparelho de ar condicionado. Por outro lado, este dispositivo, além de caro, agrava o aumento da temperatura ambiente, uma vez que o seu sistema produz ar quente.

As formas de barro empilhadas, ao serem molhadas baixam ainda mais a temperatura que passa por elas, diminuindo assim o calor no ambiente aonde está inserido. Este tipo de resfriamento precisa ser utilizado em sítios arejados para evitar condensações, uma vez que a água evapora e precisa sair. O objeto deve ser molhado até duas vezes ao dia, mas contém também um depósito na sua base onde se deve colocar água (sem resíduos para evitar entupir os poros dos cilindros), e o barro vai absorvendo a água com o passar do tempo.

O concurso de Design “Klaridad” enquadra-se na 6ª edição da URDI – Feira do Artesanato e Design de Cabo Verde, que este ano decorre sob o tema “Imaginar Futuros”.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo