CulturaEscolha do Editor
Tendência

Fotógrafo Zé Pereira expõe “Um mundo mais humano aos olhos da alma Ubuntu”

O fotógrafo Zé Pereira decidiu apresentar o seu olhar sobre a humanização do mundo apartir da filosofia africana Ubuntu numa exposição fotográfica virtual, realizada de 1 a 31 de Março no âmbito da presidência portuguesa do Conselho Europeu. Neste evento, iniciativa do Comité Económico Social Europeu, apresenta 15 imagens, que, diz, visam expressar a filosofia positiva e humanizante Ubuntu, que tem origem na África.

“Escolhi a filosofia Ubuntu porque penso ser exatamente aquilo que o mundo precisa. Eu existo porque o outro existe, a necessidade de sermos solidários com o nosso próximo, promovermos a cidadania universal, o respeito pelas culturas diferentes e a harmonia mundial. Por outro lado, nesta mostra conjunta a minha participação representa África, e não Cabo Verde unicamente”, explica o fotógrafo.

Desta forma decidiu escolher a “filosofia, a forma de ser e de estar Ubuntu” e, sendo um homem ligado às causas sociais, pensa que conseguiu transpor através da lente o seu olhar humano. Aliás, para o mesmo, a sua fotografia procura ser uma voz dos que são alvo de injustiças sociais.

Foto: Zé Pereira

Nesta mostra, o profissional conta com a colaboração na produção audiovisual do também fotógrafo Eneias Rodrigues e a curadoria de Nardi Sousa, que faz rasgados elogios ao seu trabalho. Na visão deste sociólogo, Pereira traz imagens que, mais do que vistas, são sentidas e vivenciadas como um ar fresco de ser. “Imagem fantástica”, “interessante”, “referência”, “valorizar a origem”, foram algumas das expressões usadas pelo sociólogo Nardi para descrever o trabalho apresentado por Zé Pereira.

“Ao reunir imagens que celebram o muntu / ubuntu, os nós juntos, as fotografias revelam a simplicidade, estarmos juntos, celebração, espírito comunitário, o ′sonho′ de um progresso comum, conexão, festas, bem como comunhão. É verdade que a filosofia do Ubuntu constantemente nos lembra como devemos tratar os outros, que fazem parte de nós e sem eles não existimos”, escreve Nardi.

Nesta exposição, que se prevê ter boa visibilidade pela divulgação feita pela União Europeia, Zé Pereira participa com 15 fotografias sobre o tema Ubuntu e há outras 15 imagens da fotógrafa portuguesa Ana Carvalho sobre o tema “África em Lisboa”.

Esta exposição é a primeira realizada pelo fotógrafo no pós-confinamento e assegura ter feito uma recolha de imagens nas ilhas de São Vicente e de Santiago, que poderão servir para uma futura exposição, esta sobre  a pandemia.

Neste momento o seu foco está neste trabalho e garante estar feliz pela oportunidade de apresentar o tema e espera que todos possam refletir mais sobre Ubuntu, “um mundo mais humanizante”.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo