Cultura
Tendência

Faleceu Antero Simas, autor do hino “Doce Guerra”

O músico Antero Simas, compositor do hino “Doce Guerra”, faleceu hoje de doença nos Estados Unidos, onde estava a residir por razões de saúde. A informação da morte do compositor de 69 anos de idade, nascido na cidade da Praia, foi confirmada pelo ministro da Cultura, para quem esse desaparecimento físico é uma grande perda para a cultura nacional.

O governante considerou hoje um dia triste para a cultura nacional, pois para ele Cabo Verde perdeu um músico, um compositor de fina pena e que influenciou muitas gerações de artistas cabo-verdianos. Abraão Vicente, que se encontra na ilha do Sal, onde Antero Simas viveu grande parte da sua vida enquanto funcionário da ASA – Aeroportos e Segurança Aérea, assegurou que vai endereçar as condolências à família enlutada e pensar como se pode homenagear devidamente Antero Simas.

Nascido na cidade da Praia, e filho de pai músico, Antero viu muitas das suas mais de 40 composições gravadas por diversos artistas, como Cesária Évora, Mirri Lobo e Cremilda Medina. Do seu rico leque de músicas destaca-se a morna Doce Guerra, onde exala a sua paixão por Cabo Verde.

Antero estava a residir nos últimos tempos nos Estados Unidos e no mês de abril foi distinguido com o Prémio Carreira, instituído pela Sociedade Cabo-verdiana de Música. O músico chegou também a receber um prémio no concurso Todo o Mundo Canta e foi homenageado na primeira edição do Sal Kriol Jazz Festival, em 2020.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo