Cultura

Bodji: Ideias para produção de curtas-metragens financiadas em até 200 mil escudos por candidatura seleccionada

Está aberto o concurso de ideias para produção de curtas-metragens, promovido pela Associação dos Amigos da Natureza e o Centro de Estudos Rurais e Agricultura Internacional, no âmbito do projecto “Aliança para o Direito Humano à Alimentação Adequada e Iniciativas de Empoderamento de Jovens e Mulheres Rurais. Intitulada de Bodji, as propostas devem ser entregues até 03 de dezembro e o montante total a distribuir é de 600 mil escudos, sendo 200 mil escudos por candidatura selecionada.

O concurso dirige-se a pessoas residentes em território nacional, singulares/equipas ou empresas. Tem como objectivo selecionar ideias e financiar a produção de curtas-metragens sobre temáticas como Direito Humano à Alimentação Adequada, especificamente produção sustentável, acesso ao alimento e consumo responsável, mas também sobre o Direito Humano ao Meio Ambiente (consumo e resíduos, reciclagem, conservação da natureza) e Direito Humano ao Trabalho (segurança no trabalho, benefícios da proteção social e luta contra o trabalho infantil.

A expectativa é de que estas curtas sejam um instrumento para informar sobre os direitos e deveres de cada individuo e instituições e a sua relação com os demais cidadãos, como também um método inovador para sensibilizar as comunidades e sectores profissionais das zonas rurais para participarem no sistema de protecção social. O foco são as profissões de difícil acesso como vendedeiras de rua e mercados, peixeiras, transformadoras alimentares, agricultores, criadores, pescadores, etc.

Outro objectivo é levar estes sectores profissionais a perceber a importância de participarem no programa de alimentação e saúde escolar da Ficase, como forma de conectar a escola com a produção local de alimentos frescos e saudáveis. No que tange ao regulamento, a inscrição é feita exclusivamente através do formulário online e https://bit.ly/3oojpMk, com dados gerais, título e sinopse, ficha técnica, proposta de guião e orçamento, portfólio e documentos do proponente. Uma comissão de avaliação composta por sete elementos, entre especialistas do audiovisual e parceiros analisará as propostas e os resultados serão conhecidos em dezembro.

As curtas terão uma duração entre 5 e 10 minutos, incluindo os genéricos, utiliza a língua portuguesa e/ou crioulo e deve incluir legendas. Tanto o realizador, produtor e autor do argumento devem ter nacionalidade cabo-verdiana.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo