AtualidadeEscolha do Editor

Governo cancela proposta de lei da Regionalização

Acabou a discussão em torno da Regionalização no Parlamento. O Governo pediu há momentos o cancelamento da proposta de lei a meio em mais um ambiente de crispação politica com a bancada do PAICV. A medida foi comunicada pelo ministro Elísio Freire, que solicitou logo a suspensão imediata do debate sobre o diploma. Perante esse pedido, Jorge Santos, presidente da Assembleia Nacional, entendeu que os parlamentares devem agora avançar para a discussão sobre outros temas, que não sejam o da Regionalização.

“Mantemos o nosso posicionamento de que o PAICV é contra a Regionalização e vamos continuar a cumprir com os cabo-verdianos. Vamos ver se o PAICV também vai alegar ampla reforma do Estado quando trouxermos o Estatuto Especial para a cidade da Praia, porque estamos firmes e determinados em fazer de Cabo Verde um país com mais descentralização, com o poder nas ilhas e um país unido pela sua soberania e suas gentes”, declarou Elísio Freire numa intervenção que já apontava para a decisão do Governo de suspender o diploma.

Agora é aguardar pelas consequências e reacções da sociedade civil, em particular a da ilha de S. Vicente que sempre lutou pela Regionalização/Autonomia das ilhas, como escape ao sistema de centralização dos poderes político, económico, administrativo num único espaço do território: a Cidade da Praia.

Mostrar mais

Artigos relacionados

3 Comentários

  1. A reacao e simples, nao votar paicv nas proximas!!!
    Nos assistimos à menos de um mes, a populacao da ilha das flores a manifestar, tanto na sua ilha, como na cidade da Praia em frente ao palacio do Governo , clamando por mais atencao a Brava. Temos tido reacoes das pessoas da ilha de S. Nicolau, Santo Antão, Fogo e Maio fazendo o mesmo.Ilhas essas que o Estado de Cabo Verde esqueu delas ao longo dos ultimos 15 anos de Governacso do paicv ! Tivemos e temos ainda crescimentos negativos da populacao, que migram. para outras partes do Pais ou saem para o exterior porque. nao têm perspectiva. de vida onde elas vivem.O nosso torrão foi considerado, o segundo pais em Africa que perde mais jovens cerebro nesse Contimente para a emigração. O paicv continua igual a si mesmo, com demagogia, com arte de manipular e aldrabar os menos atentos desse pais, como ja o fez nos últimos 15 de Governação do Jose Maria Neves . Portanto eu faco um apelo a todos. os cidadãos dessas ilhas a deixarem a fidelidade partidaria e juntarmos numa so voz, em espírito de cidadania e penalizarmos o paicv nas urnas nas proximas eleicoes, tanto nas Autarticas, legislativas e presidencias.
    Temos de lutar para que o MPD, ganhe com maioria qualificada e a UCID seja o 2® forca política mais. votada no nosso arquipelago.Precisamos dar ao MPD e a UCD, condicoes reais para que possam ter maioria qualificada no parlamento que permita fazer. as reformas profundas e necessárias, que todos nos almejamos.Cabo Verde precisa mudar e para melhor e, é por isso,é. que votamos contra as retórica do paicv, nas últimas eleições e devemos continuar a fazê-lo .Pelos vistos o partido nao aprendeu! Nao se deixem manipular por conversas. elaboradas e emotivas que esse senhores ja nos habituaram.Vamos continuar a votar, em todas as ilhas, NAO ao Paicv e sim a Regionalização de Cabo Verde!

  2. O Paiva cavou a sua propria sepultura paravser enterrada nas próximas eleições, tanto legislativas, como autárquicas. O povo das Ilhas nomeadamente S.Vicente em particular, espera por elesbaqui na “Tapadinha”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo