Atualidade
Tendência

Escola Jorge Barbosa, em parceria com a UniMindelo, facilita consultas de vista a alunos necessitados

A escola Jorge Barbosa e a Universidade do Mindelo estão a implementar um projecto, com o apoio de uma instituição italiana, que visa fazer consultas gratuitas e fornecer óculos a crianças com problemas de visão. Uma lista com 38 alunos beneficiários foi remetida e até o momento 28 já foram avaliadas pelo Centro Clínico e Experimental em Ciências da Visão da UniMindelo. As consultas iniciaram a 23 de março e vão até o dia 9 de abril.

Sónia Rodrigues, ortoptista no centro clinico da referida universidade, realçou em conferência de imprensa que a colaboração foi basicamente participar nas consultas, tratamento e prescrição de óculos aos alunos e selecionar os que apresentam problemas de visão. Ainda analisam as causas para ver se é necessário reencaminha-los para um oftalmologista. 

 “Foi enviada uma lista com 38 alunos, 28 apareceram e destes encontramos 23 com problemas como miopia, termotropia e astigmatismo. O maior número de casos são de miopia. Além de erros reflectivos encontramos crianças com alterações relacionadas com a falta de óculos, com insuficiência de convergência…”. 

Sónia Rodrigues frisa ainda que essas alterações tiram a criança o interesse de estudar e chama a atenção dos pais para não levarem os filhos às consultas só quando apresenarem queixas. Ela que aproveitou para deixar um alerta sobre a importância de se fazer avaliações oculares de rotina a crianças nas idades do pré-escolar e escolar, porque as alterações afetam o aprendizado.

Jorge Silva, representante da escola Jorge Barbosa, revelou, por sua vez, ter chegado à direção da escola um número significativo de pedidos de ajuda por parte dos pais dos alunos com problemas de visão. Esse facto acabou por dar corpo ao projeto de apoio a alunos com necessidade na área da visão por parte da ESJB. Deste modo, diz, surgiu a parceria com uma entidade Italiana, cujo nome não foi anunciado, que decidiu disponibilizar financiamento para ajudar na aquisição de lentes e aros. 

Para além do apoio dessa entidade Italiana, reparamos que os alunos também  precisavam de consultas. Dai surgiu esse contato com a UniMindelo, que disponibilizou de imediato o departamento de ortoptista e também a dar consultas gratuitas para esses alunos da escola Jorge Barbosa”, conta esse professor.

Lidiane Sales (Estagiária)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo