Social
Tendência

Sete arguidos acusados de homicidio de Giovani Rodrigues

O Ministério Público de Portugal deduziu acusação contra sete arguidos pelo homicídio de Luís Giovani. O jovem, que estudava no Instituto Politécnico de Bragança, foi violentamente agredido no dia 21 de dezembro 2019, tendo falecido dez dias depois, ou seja, a 31 do mesmo mês.

A acusação imputa ainda aos suspeitos três crimes de tentativa de homicídio pelas agressões aos amigos de Giovani Rodrigues. A dois dos arguidos é ainda imputado um crime de detenção de arma proibida. Enquanto que ao oitavo foi apenas acusado de favorecimento pessoal.

De acordo com  o Ministério Público, os desentendimentos entre os arguidos e um grupo de jovens, no qual estava Giovani, começaram no interior de uma discoteca em Bragança. Os suspeitos entenderam que os jovens estavam a assediar suas namoradas.

Já na rua os envolveram-se em confrontos, tendo os arguidos agredido os jovens com paus e uma soqueira. Três das vítimas conseguiram fugir, mas Giovani ficou no local. Foi espancado com recurso a um pau, uma soqueira e com parte metálica de um cinto. Morreu dez dias depois no hospital.

Três arguidos estão em prisão preventiva e quatro estão sujeitos à obrigação de permanência na habitação com vigilância eletrónica.

C/Sol.pt

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar