Escolha do EditorSocial
Tendência

Enfermeira Dona Severa homenageada na inauguração do hospital Urgimed Health & Hospitality

A inauguração do hospital privado Urgimed Health & Hospitality foi marcada por uma homenagem singela a Maria Severa da Silva, figura incontornável da história da Enfermagem em Cabo Verde e que foi colaboradora da clínica dona do empreendimento durante cinco anos. Sentada na primeira fila, a homenageada pareceu não entender no instante inicial que esse momento lhe dizia todo respeito.

Coube a Cardoso da Silva a responsabilidade de “relatar” de forma sintética o extraordinário percurso dessa figura marcante da Enfermagem em Cabo Verde, em particular na cidade do Mindelo. Dados relevados pelo apresentador da cerimónia indicam que Maria Severa nasceu no dia 6 de novembro de 1926 em Santa Catarina, ilha de Santiago, filha de Manuel Fontes e Teodora Monteiro Fontes. Fez o Curso de Enfermagem na Cidade da Praia, tendo iniciado funções em 27 de julho 1956.

Colocada em S. Vicente, foi transferida para Praia em 8 outubro de 1958 para no ano seguinte voltar a trabalhar na Cidade do Mindelo. Casou por procuração na igreja da sua terra natal – Santa Catarina – com António Pereira da Silva aos 3 de outubro de 1959, de cujo matrimónio nasceram 3 filhos.

Em 19 de setembro de 1968, viajou para Angola, onde frequentou o Curso Complementar de Enfermagem para Administração e Chefia, tendo regressado a S. Vicente, onde, em julho de 1975, tomou posse como Enfermeira-Chefe.

Foi professora no primeiro Curso de Enfermagem do Hospital Baptista de Sousa e, durante o seu percurso, executou trabalhos de parteira quer no estabelecimento hospitalar de S. Vicente, quer em residências particulares.

Aos 6 de novembro 1991 foi desligada dos serviços para efeito de aposentação. No entanto, foi contratada pelo HBS por conveniência dos serviços como Enfermeira. Frequenta no hospital o Curso de Cirurgia, em 1995, e o Curso Básico de Tubercolose em 1998. Foi também colaboradora da Clínica Urgimed entre 2004 e 2009.  

Maria Severa foi homenageada pela Câmara de S. Vicente pelos presidentes João Faria e Augusto Neves. Aclamada de pé pelos presentes, Dona Severa recebeu um ramalhete de flores como gesto de gratidão por tudo aquilo que deu a Cabo Verde como profissional da área da saúde.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo