Social

Centro SOS apresenta campanha de responsabilidade parental e tenta angariar padrinhos na Ocean Village

O Centro SOS em São Vicente levou a sua campanha de responsabilidade parental para a Ocean Race, na expectativa de conseguir angariar mais padrinhos e apoios para esta importante causa. A instituição, que montou um pequeno stand no Ocean Village, pretende fazer uma abordagem directa às pessoas, instituições, empresas e individualidades que passarem por este espaço durante os seis dias da regata, ou seja, de 20 a 25 de janeiro. 

De acordo com a directora do Centro, a instituição não podia perder esta oportunidade de divulgar a campanha de responsabilidade parental. “Com certeza por aqui vão passar muitas pessoas, quer da regata, mas também o público em geral. Decidimos, por isso, marcar presença para mostrar o nosso trabalho e, quem sabe, angariar alguns padrinhos para a nossa causa”, diz Graça Gomes.

O stand das Aldeias SOS, que fica entre a feira de artesanato e o espaço de voluntariado na Ocean Village, têm disponível um grande leque de material informativo, que vai ser distribuído aos visitantes. “Iremos também fazer uma abordagem directa às pessoas, instituições, individualidade e empresas e, para as que mostrarem interesse, explicar-lhes como integrar e contribuir para esta importante campanha”, avança, realçando que os interessados podem contribuir das mais variadas formas.

Concretamente, diz Graça Gomes, os interessados podem apoiar o Centro SOS do Mindelo, através do apadrinhamento ou então de suporte com donativos, patrocinando algum projecto especifico, ou ainda com voluntariado.  “Existem muitas formas possíveis de colaborar, acessíveis para qualquer pessoa ou instituição. Sempre temos algo que podemos doar, seja tempo ou recursos.”

Questionada sobre os projectos que o Centro traçou para este ano, a directora garante que a instituição têm um plano de actividades bastante rico e ambicioso. Graça Gomes lembra que, logo nos primeiros dias de 2023, promoveram uma formação direccionada às associações sobre competências parentais. 

Por conta a dinâmica da ilha, com o Carnaval agora em fevereiro, a Aldeia programou as suas actividades para arrancar a partir do mês de março, desde processamento de alimentos, confecção de sabão natural, a nível da agricultura, para além de algumas ações em termos de responsabilização e de competências parentais. E ainda a realização de alguns cursos ligados ao reforço das competências empresariais para as famílias poderem ter um negocio próprio ou alguma forma de rendimento.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo