Social
Tendência

Biosfera inaugura “Mural 3D Tartaruga” no Porto Grande

A Ong Biosfera inaugurou hoje no Mindelo, o Mural 3D Tartaruga no terminal de pequenas encomendas da Enapor no Porto Grande em S. Vicente, com seis metros, para chamar a atenção das pessoas  para os malefícios do lixo que deixam nas praias, mas também na fauna e na biodiversidade marítima. O acto foi testemunhado pelo ministro da Economia Marítima, Paulo Veiga, pela administradora da Enapor, Eugénia Soares, e pelo vereador José Carlos.

A Biosfera justifica a construção do moral, dizendo que o lixo é um problema a nível mundial mas, em Cabo Verde, deve-se desenvolver uma consciência individual para o combater. Disse ainda que as autoridades devem ter coragem e incentivar as pessoas a optarem por produtos mais ecológicos e, principalmente, implementar leis que proíbem o plástico. 

Eugénia Soares, administradora da Enapor, destacou o papel da ong Biosfera que, afirma, se preocupa com o ambiente. “Um dos objectivos da Enapor é também a preservação do ambiente e dos oceanos. Neste caso em concreto, a preservação das espécies marinhas”, frisou, aproveitando para ressaltar também a beleza da escultura. “A Biosfera está de parabéns e conta sempre com a parceria da Enapor para projectos deste tipo e outros que tenham por objectivo a preservação do ambiente, das espécies e dos oceanos”

Também o Ministro da Economia Marítima, Paulo Veiga, parabenizou a ong Biosfera, os artista  plástico Ró d’ Interart e os parceiros pelo trabalho bem concebido e disse esperar que a mensagem seja apreendida e que a responsabilidade da conservação dos mares, praias e oceanos comece em casa. “Esta inauguração veio em boa hora. Hoje iniciamos mais uma Cabo Verde Ocean Week, a terceira, e o seu principal objectivo é sensibilizar e chamar a atenção para a conservação dos nossos oceanos”, declarou.

Paulo Veiga aproveitou ainda para parabenizar a cidade do Mindelo por aceitar e agarrar o desafio da conservação dos mares e oceanos. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo