Mundo

Trump vai receber Bolsonaro a 19 de Março

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, será recebido pelo seu homólogo norte-americano, Donald Trump, a 19 de março, segundo um comunicado divulgado nesta sexta-feira pela Casa Branca. De acordo com o comunicado, os dois chefes de Estado irão discutir oportunidades de cooperação nas áreas da defesa e políticas comerciais, assim como a situação do conflito na Venezuela.

“O Presidente Trump e o Presidente Bolsonaro irão discutir como construir um hemisfério ocidental mais próspero, seguro e democrático. Os líderes das duas maiores economias do hemisfério irão também discutir oportunidades de cooperação de defesa, políticas comerciais de pró-crescimento, combate ao crime transnacional e a restauração da democracia da Venezuela” O encontro entre os dois Presidentes decorrerá no Salão Oval da Casa Branca, seguindo-se um almoço.

Com a visita ao Estados Unidos da América este mês, o chefe de Estado do Brasil procura consolidar uma relação com o Presidente norte-americano, Donald Trump, do qual é um admirador confesso. Os dois países têm-se aproximado militarmente, tendo Bolsonaro afirmado, em janeiro, que não descartaria a instalação de uma base militar dos EUA no Brasil. “Se pensarmos no que poderá acontecer no mundo, quem sabe se não teremos que discutir esta questão no futuro”, disse Bolsonaro.

Após ser empossado, o ex-capitão do exército reuniu-se na capital federal brasileira com o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, tendo prometido que iria fortalecer a cooperação económica e na área da segurança entre os dois países, bem como na luta contra os “regimes autoritários” de Venezuela e Cuba. “A minha reaproximação aos Estados Unidos é económica, mas também pode ser militar”, acrescentou, naquela que foi a primeira entrevista televisiva de Bolsonaro enquanto Presidente.

A 22 de fevereiro, o general Alcides Valeriano Júnior foi anunciado como o primeiro militar brasileiro a assumir um posto no Comando Sul das Forças Armadas dos Estados Unidos, tendo sido designado para o cargo de subcomando, consolidando uma ligação entre os dois Estados. “A missão do general Alcides será atuar como ligação entre o Brasil e o Comando Sul. Ele será um assessor do comando e estará subordinado às autoridades norte-americanas, da mesma forma como um oficial de outro país que participasse num comando conjunto no Brasil ficaria subordinado às nossas Forças Armadas”, disse o comandante do Exército, general Edson Leal Pujol.

Pub.

C/ Observador.pt

Mostrar mais

Kimze Brito

Jornalista com 30 anos de carreira profissional, fez a sua formação básica na Agência Cabopress (antecessora da Inforpress) e começou efectivamente a trabalhar em Jornalismo no quinzenário Notícias. Foi assessor de imprensa da ex-CTT e da Enapor, integrou a redação do semanário A Semana e concluiu o Curso Superior de Jornalismo na UniCV. Sócio fundador do Mindel Insite, desempenha o cargo de director deste jornal digital desde o seu lançamento. Membro da Associação dos Fotógrafos Cabo-verdianos, leciona cursos de iniciação à fotografia digital e foi professor na UniCV em Laboratório de Fotografia e Fotojornalismo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo