Mundo

Reino Unido entra em recessão causada pela covid-19

O Reino Unido entrou esta quarta-feira, 12, oficialmente em recessão económica, pela primeira vez em mais de 10 anos, depois do Produto Interno Bruto (PIB) ter caído 20,4% entre abril e junho. O segundo trimestre consecutivo de contração foi anunciado na manhã de hoje.

A National Statistics Office (ONS) indicou que todos os sectores da economia do Reino Unido sofreram uma queda devido ao impacto das medidas de contenção postas em prática pelo Governo para conter a propagação do Covid-19.

De acordo com as estatísticas, a contração no segundo trimestre é a maior alguma vez registada no Reino Unido.

No primeiro trimestre, entre janeiro e março, o PIB do Reino Unido tinha caído 2,2%, mas a recessão económica tornou-se mais pronunciada a partir de abril, uma vez que o país estagnou devido à paralisação económica para conter a pandemia.

Em termos técnicos, a recessão é definida como dois trimestres consecutivos de contração económica. No entanto, o PIB aumentou 8,7% em junho, quando as medidas de contenção começaram a ser aliviadas, enquanto em maio registou um aumento de 2,4%, mas depois de em abril ter caído 20%, de acordo com dados divulgados hoje pela ONS.

Os sectores mais afetados no segundo trimestre foram o alojamento, restaurantes e bares, com uma queda de 86,7%, enquanto o comércio a retalho caiu 20%, os transportes 30%, as atividades científicas e técnicas 20,4% e o setor da educação sofreu uma contração de 34,4%. O sector da construção caiu 35%, enquanto o industrial caiu 20,2% entre abril e junho.

O responsável pelas estatísticas da ONS Jonathan Athow disse que a recessão causada pela pandemia da covid-19 levou a uma queda “recorde” no PIB para um trimestre. “A economia começou a recuperar em junho com a reabertura das lojas, com fábricas a iniciar a produção e o sector da construção a começar a recuperar”, acrescentou.

C/Agências Internacionais

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar