Mundo
Tendência

Morreu o fadista Carlos do Carmo

O cantor, de 81 anos, morreu na manhã desta sexta-feira, no hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde tinha dado entrada ontem com um aneurisma na aorta, conforme noticia o jornal português Expresso.

Adianta essa publicação que a informação foi confirmada pela família do artista. O fadista, que nasceu em 1939 e eternizou canções como “Lisboa, menina e moça” e “Os putos”, tinha feito 81 anos no dia 21 de dezembro.

No início de 2019, anunciou pôr fim à carreira, que já contava com mais de meio século de existência. Mas o anúncio não o desviava de encher uma última vez os dois coliseus, do Porto e de Lisboa, com concertos de despedida.

“Será o ano da despedida, sem amarguras, sem azedumes”, disse na altura, Carlos do Carmo. “Será o ano da despedida com muita, muita, muita gratidão a todas as pessoas que me têm dado ao longo da vida tantas, tantas alegrias e tanta generosidade”, disse o cantor, que actuou em S. Vicente no âmbito das festividades “Mindelo – Capital Cultural”.

C/ Expresso.pt

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo