Mundo

Guerra na Ucrânia faz disparar preço do gás

O mercado do gás está a viver um dia muito volátil, com grandes flutuações em apenas alguns minutos.

Depois de ter começado esta segunda-feira a subir nos principais mercados, o preço da matéria-prima caiu aproximadamente às 9h00 para 200 euros MWh, o nível do preço de fecho da semana passada.

Na hora seguinte, recuperou para 335 euros por MWh, o que é um novo máximo histórico, para cair para 270 euros por MWh às 9:00, 32,3% mais caro do que na sexta-feira passada, de acordo com os dados da Bloomberg recolhidos pela Efe.

A Rússia é o principal fornecedor de gás para a Europa, especialmente para o centro e leste do Velho Continente, e o início da guerra fez subir o preço no mercado europeu.

Desde 23 de Fevereiro, dia anterior à invasão da Ucrânia, o preço desta matéria-prima triplicou, tendo passado de 87,5 euros por MWh para os atuais 260 euros.

Desde o início do ano, o custo multiplicou-se por quatro e por dezasseis se o compararmos com os 16,3 euros por MWh que custava há um ano. O aumento do gás é a causa do aumento de preços nos mercados grossistas de eletricidade da Europa.

Fonte:radiocomercial.iol.pt

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo