Mundo

Detido filho do ex-Presidente de Moçambique

O filho do ex-presidente Armando Guebuza foi detido ontem pelas autoridades moçambicanas. A prisão de Ndami Guebuza, que foi manchete nos principais canais de televisão em sinal aberto do país, incluindo a estatal, ocorreu no quadro da investigação às dívidas ocultas do Estado.

O filho de Guebuza é a segunda pessoa próxima do antigo chefe de Estado detida desde quinta-feira, depois de Inês Moiane, que foi sua secretária pessoal. Aumenta assim para nove as pessoas presas em Moçambique no âmbito da investigação aos empréstimos contraídos secretamente entre 2013 e 2014, durante o mandato presidencial de Guebuza, no valor de 2,2 mil milhões de dólares (cerca de 1,92 mil milhões de euros).

Estas detenções são as primeiras feitas pela justiça moçambicana após três anos e meio de investigação, e aconteceram depois de a justiça norte-americana ter mandando prender Manuel Chang, antigo ministro das Finanças de Moçambique. Este foi detido a 29 de dezembro quando viajava pela África do Sul, onde aguarda por extradição.

A acusação norte-americana contém documentos que mostram que três empresas públicas moçambicanas de pesca e segurança marítima serviram para um esquema de corrupção e branqueamento de capitais, com vista ao enriquecimento de suspeitos, passando por contas bancárias dos EUA.

Fontes ligadas ao caso admitem que novas detenções podem acontecer nos próximos dias, dentro da lista de 18 arguidos revelada pela justiça moçambicana em janeiro, ao mesmo tempo que decorre a apreensão de vários bens. Todos os detidos estão a ser ouvidos pelo Tribunal de Maputo.

C/Expresso.pt e Lusa

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo