Mundo
Tendência

Arábia Saudita executa dois paquistaneses por tráfico de droga

A Arábia Saudita anunciou esta quinta-feira ter executado dois paquistaneses por tráfico de droga, uma novidade para este tipo de crime desde há cerca de três anos. As execuções foram realizadas na região da capital, segundo a agência noticiosa oficial SPA.

As autoridades pretendem mostrar “a vontade do governo de lutar contra todas as espécies de drogas devido aos graves prejuízos que provocam ao indivíduo e à sociedade”, avançou a SPA.

Estas condenações à morte “comprometem” a moratória anunciada pela comissão saudita dos direitos do homem, em janeiro de 2021, sobre a pena de morte para as infrações ligadas à droga, denunciou esta quinta-feira a Amnistia Internacional.

Em março, a Arábia Saudita provocou uma indignação internacional, ao executar 81 pessoas em um único dia, sob acusações de terrorismo.

No total, 128 pessoas já foram mortas no país este ano, quase o dobro do ocorrido no ano passado, quando foram executadas 69. Em 2020, ocorreram 27 actos, depois de 187 em 2019.

C/ Dn.pt

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo