Economia
Tendência

Programa jovem emprego certifica mulheres em confecção de máscaras: “Primeiro de muitos”

 A sede em São Vicente da Organização das Mulheres de Cabo Verde foi palco da entrega de certificado pelo Centro de Emprego e Formação Profissional a doze mulheres, que durante quase dois meses aprenderam a confecionar máscaras. Um momento muito aguardado pelas formandas, que saem cada uma já com um kit de 50 máscaras que produziram durante mais de 100 horas de formação.

“Primeiro de muitos”, assim posicionou-se Cintia Lopes, de 25 anos, mãe de dois filhos, que falou em representação das colegas. A jovem mostrou-se emocionada pelo feito, que a fez se familiarizar com uma máquina de costura. “Nunca me senti inferior por não saber usar uma máquina de costura como as minhas colegas. Pelo contrário, elas também me ensinaram e agora é hora de todas arregaçarmos as mangas e começar a trabalhar”, garante Cintia.

Esta formação é vista pela delegada da OMCV como uma ferramenta de luta contra pobreza, de emancipar e empoderar a mulher, “já que só assim se pode falar de igualdade de género”.

A proximidade do Centro de Emprego e Formação Profissional com a OMCV tem facilitado o trabalho destas duas instituições nas formações desenvolvidas. “A OMCV tem sido uma grande parceira  nossa nestas formações ao acolhê-las e possibilitar que aconteçam cada vez com mais frequência”, disse Claudia Rodrigues, a diretora do Centro de Emprego.

Além de fabricar máscaras, conhecimento que poderá promover o auto emprego às recém-formadas, as jovens aprenderam ainda a confeccionar carteiras. Durante a prática foram ainda feitas máscaras para a ação social da OMCV e foram distribuídas juntamente com as batas e fardas a alunos das ilhas de São Vicente e São Nicolau.

Esta formação, que aconteceu no quadro do programa Jovem Emprego, contou ainda com a presença de Alberto Cruz, o coordenador do programa.

Sidneia Newton

Mostrar mais

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo