Economia

Preço do gasóleo caiu mais de 17 escudos por litro 

Os combustíveis comercializados em Cabo Verde estão mais baratos desde às zero horas de hoje, 1 de dezembro. Mas a diferença mais significativa é no gasóleo normal, cujo valor de venda baixou de 174,50 escudos por litro para 157,10 escudos, um redução de 9,97%.

De acordo com a nova tabela disponibilizada pela Agência Reguladora Multisectorial da Economia, a gasolina está a ser vendida por 143,90 escudos o litro (-0,62%), o petróleo a 167,40 escudos (-4,23%), o gasóleo para a electricidade a 148,10 escudos (20,46%), o gasóleo da marinha a 124,50 escudos (-10,75%), o fuel 380 a 100,70 escudos o quilo (-7,78%) e o fuel 180 a 106,70 escudos o quilo (-8,33%). Somando, corresponde a um decréscimo médio dos preços dos combustíveis na ordem dos 7,04%.

O gás butano a granel baixou para 257,70 escudos o quilo, sendo que a garrafa de três kg custa 449 escudos, a de seis kg 946 escudos, a de 12 kg 1971 escudos e a de 55 kg 8672 escudos. A redução atinge os 4,19%. Segundo a Arme, comparado com dezembro de 2021 a variação média dos preços corresponde a um aumento de 27,78%. Relativamente ao ano em curso, o acréscimo é de 0,82%. 

Esta actualização de preços, diz, teve em consideração a Lei n.13/X/2022 de 30 de junho que altera as taxas de Direitos de Importação (DI) e as de Imposto sobre o Consumo Especial (ICE), constantes da Pauta Aduaneira, aprovada pela Lei n.49/IX/2019. A referida lei, recorda-se, reduz a taxa de Direitos de Importação sobre a gasolina de 20 para 10%, assim como sobre o Fuel 180 e 380 de 5 para 0%. 

A mesma lei reduz igualmente a taxa do ICE sobre o Gasóleo e a Gasolina, mudando de 10% para seis escudos por litro. Os eleitos se estendem até 31 de dezembro, acrescenta. Em jeito de justificação para esta redução dos preços dos combustíveis, a Arme diz que, no mês de novembro, houve alguma volatilidade nas cotações do petróleo nos mercados internacionais, registando decréscimos médios de 1,59%, quando comparada com as cotações de outubro. 

Estes novos preços de venda dos combustíveis ao consumidor vigoram até 31 de dezembro. 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo