EconomiaEscolha do Editor
Tendência

Grupo Sousa compra porta-contentores que vai reforçar ligações marítimas entre Portugal e Cabo Verde

O Grupo Sousa comprou um porta-contentores que vai reforçar as ligações marítimas comerciais da companhia armadora portuguesa GS Lines com Cabo Verde, as Regiões Autónomas da Madeira e Açores, Canárias e Guiné-Bissau. O navio, segundo a página d.noticias.pt, custou 28 milhões de euros e foi contruído em 2008.

O barco, que já se encontra inscrito no Registo Internacional de Navios da Madeira (Rinmar), tem capacidade para 1.577 contentores, tonelagem de arqueação bruta de 17.294 ton e 172 metros de comprimento.

A dnnoticias.pt avança que o porta-contentores será baptizado de “Ferdinanda S” – em homenagem à mãe de Luís Miguel Sousa, fundador e administrador do Grupo Sousa. A embarcação será colocada nas linhas internacionais que a empresa serve, nomeadamente as que ligam Portugal, Espanha, Canárias, Cabo Verde e Guiné-Bissau.

Em comunicado, o Grupo Sousa afirma que sempre privilegiou a utilização de meios e navios próprios nas suas operações e, com esta aquisição, reforça o uso da sua frota, em detrimento de navios afretados. Deste modo, passa a ter 6 embarcações próprias, o que representa 92% do total de 96.259 tonelagem de arqueação bruta que opera.

Com um volume de negócios consolidado de 195 milhões de euros em 2021, segundo da dnoticias.pt, o referido grupo é um operador marítimo-portuário, de logística e energia, com sede em Funchal, com cerca de mil funcionários nos Açores, Portugal continental, Madeira, Cabo Verde e Guiné-Bissau.

C/ Dnoticias.pt

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo