Economia

Correios de Cabo Verde reabre agência modernizada e mais tecnológica em Monte Sossego

Os Correios de Cabo Verde reabre hoje a sua agência em Monte Sossego, modernizada e com um leque diversificado de serviços, desde transferências de dinheiro, pagamentos de pensão social, serviços postais e não postais, de entre outros. Esta reabilitação, de  acordo com o presidente do Conselho de Administração, Isidoro Gomes, insere-se num projecto mais amplo de remodelação da rede comercial da empresa em todo o país, orçado em mais de 250 mil contos. 

Segundo Isidoro Gomes, em São Vicente o projecto priorizou a remodelação das lojas de Monte Sossego e da Ribeira Bote. Mas, infelizmente, o concurso para remodelação da agência da Zona Libertada teve de ser cancelado devido a situações processuais. “As obras na loja de Monte Sossego infelizmente também atrasaram-se, tendo em conta o efeito da pandemia e da guerra que fizeram com que os materiais ficassem mais caros, sobretudo porque a maior parte tem de vir do estrangeiro”, confessou o PCA, que mostra-se no entanto satisfeito com a inauguração hoje desta agência que, afirma, fica no maior bairro da ilha de São Vicente e em um dos maiores de todo Cabo Verde. 

Para Gomes, Monte Sossego configura-se como um bairro estratégico do ponto de vista da infra-estruturação postal por estar “mais ou menos organizado”. Aliás, defende, este deve servir de exemplo para outras zonas e ilhas.  “Os Correios têm a partir de agora um ponto de distribuição modernizado, com características digitais, melhores condições do ambiente e de trabalho, quer para o trabalhador, quer os nossos clientes e aqueles que nos visitam. Mindelo está-se a tornar cada vez mais atrativo do ponto de vista turístico e sendo também um dos pontos culturais mais emblemáticos de Cabo Verde”, enfatiza, lembrando que os CCV têm no seu programa trabalhar a questão da cultura e do turismo como elementos estruturantes para o desenvolvimento da empresa. “Tínhamos de trazer, de facto, esta nova visão, esta nova imagem cromática para esta loja, que estava muito degradada e atrasada”, acrescenta. 

Remodelação da loja do Mindelo

Isidoro Gomes aproveitou o ensejo para anunciar o arranque para breve das obras de remodelação da loja dos Correios do Mindelo, inclusive, disse, o empreiteiro já foi selecionado. “As obras ainda não arrancaram porque estamos a preparar um novo espaço que vai receber temporariamente esta loja, que é muito importante para a empresa e não pode fechar”, garantiu o PCA. 

Voltando a loja de Monte Sossego, este garante que, para além da nova imagem e do novo ambiente, as pessoas vão encontrar um espaço mais cômodo. Disse ainda que a empresa têm vindo a apostar na continua renovação do seu quadro de pessoal, em novos equipamentos informáticos e de telecomunicações. “Na Loja do Mindelo, por exemplo, vamos ter um posto avançado do banco ID totalmente digital e que os serviços da Caixa Postal passarão a ter um outro conceito. Os nossos clientes vão passar a ter uma nova experiência e, o melhor, vão continuar no seu bairro” ,refere, lembrando que a agência de MS traz novidades a nível dos novos sistemas, dos equipamentos e sobretudo do espaço, que é mais nobre, cômodo e tem uma linguagem mais “clean”.  

Sendo Monte Sossego um dos maiores bairros da ilha, o PCA dos Correios de Cabo Verde acredita que esta agência vai servir a volta de 8/10 mil pessoas. Neste sentido e para evitar aglomeração, explica, a empresa está a apostar em postos móveis para fazer entregas à domicilio e pagamentos de pensão social. As entregas são feitas em motorizadas e carros, sendo que, para o efeito, foram recrutados cinco jovens, que vêm assumindo a distribuição. 

Entrega ao domicílio

“Queremos que os Correios vá ao encontro de pessoas nas suas casas, e não que estas tenham que ir até nós. É assim que funciona a nível mundial e nos também temos que entrar neste paradigma. Infelizmente, ainda não o fazemos da forma como devíamos devido a falta de infra-estruturação do Estado. Nem todas as casas são numeradas e nem todas as ruas têm nomes. Monte Sossego, tanto quanto sabemos e das informações recebidas da Câmara Municipal de São Vicente, está mais ou menos organizado, o que nos permite fazer entrega a domicilio”, assegura, acrescentando que S. Vicente tem sido objecto de um serviço estruturante dos Correios de CV.

A título de exemplo, lembra que a primeira inauguração da nova visão dos Correios, foi feita nesta ilha, no dia 04 de janeiro de 2022. Refere, no caso, ao novo Centro Logístico da Zona Industrial, um espaço com 1500 metros quadrados, onde funciona para além do novo centro de tratamento postal, o novo armazém da empresa, que dá suporte, desde outubro de 2022, ao seu negócio de transitório. Sobre este particular, Isidoro garante que a empresa já fez muitas entregas nesta ilha e, a partir daqui, em Santo Antão, Boa Vista e São Nicolau. E o negócio está a correr “muito bem” e a surpreender.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo