Pub.
Desporto
Tendência

Nélio Cruz conquista regional de ciclismo sénior de São Vicente e diz estar pronto para revalidar o título nacional

Pub.

Nélio Cruz é o vencedor do campeonato regional de ciclismo de estrada sénior masculino. O atleta, agora bi-campeão de São Vicente, fez o tempo de 1h 50 mn e 20 segundos, menos seis segundos que o segundo classificado, Klisman Monteiro, que tinha vencido o contra-relógio no sábado. Confiante, o Nélio disse, num exclusivo Mindelinsite, estar preparado para também revalidar o título nacional na próxima semana, na ilha de Santiago.

As provas de ciclismo em linha contaram com a participação de nove atletas e foram renhidas. Os seniores percorreram 60 quilómetros, com partida da praia da Lajinha, passando por São Pedro, Bela Vista, Norte Baía, Baía e meta na Avenida Cidade Invicta do Porto. Nélio Cruz ultrapassou todos os adversários e concluiu a corrida com o tempo de 1h 50 mn e 20 segundos, Klisman Monteiro foi o segundo com 1h 50 mn e 26 segundos e Miklos Mota ficou em terceiro com 1h 56 minutos e 5 segundos. 

Publicidade

Para os veteranos, o percurso foi ligeiramente inferior, 40 quilómetros. Partiram da Lajinha rumo a São Pedro, Bela Vista, Baía e meta na Avenida Cidade Invicta do Porto, ao lado dos diques de Ribeira Bote/Lombo Tanque. O vendedor foi Nelson Miranda, que fez a trajectória em 1h12 minutos, seguido por Naylor Fonseca, com 1h 19 minutos, e terceiro Adriano “Dy” Rodrigues com 1h 48 minutos. 

O contra-relógio também contou com a concorrência de nove atleta e teve como percurso, para ambas as categorias, uma volta na estrada de Norte de Baía, totalizando 18 quilómetros. Nos seniores, o pódio foi formado por Klisman Monteiro (1º), Nélio Cruz (2º) e Gios WBz (3º); nos veteranos o trio dos mais rápidos foi composto por Naylor Fonseca (1º), Nelson Miranda (2º) e Adriano “Dy” Rodrigues (3º).

Publicidade

Em conversa com o Mindelinsite, Nélio Cruz, bi-campeão de São Vicente, disse que a corrida não foi fácil porque contou com a participação de atletas de elevado nível. “Felizmente, consegui gerir a prova e, na reta final, consegui ganhar uma boa vantagem em relação aos meus colegas, que garantia a minha vitória com um ligeiro avanço”, afirmou este atleta, que diz ter feito esta corrida limitado, tendo em conta uma queda sofrida na semana passada. 

Partida na Lajinha

Participei numa prova em Santo Antão e, infelizmente, sofri uma queda. Por conta disso tive alguma dificuldade porque ainda estou a sentir a lesão. Mas consegui ultrapassar este obstáculo e o mais importante é que consegui revalidar o titulo de campeão”, referiu. Sobre a preparação, este atleta admite que também foi limitada por causa da queda. “Nos meus treinos, sou orientado por uma pessoa de nome Dave Savage, que reside na Inglaterra e que já me tinha preparado para o mundial de Glasgow (Escócia), em agosto. Na próxima semana vou defender o meu titulo nacional. É o meu objectivo.”

Publicidade

A nível da organização, o presidente da assembleia da Associação Regional de Ciclismo fez um balanço positivo deste campeonato, disputado no sábado e no domingo. “Tivemos nove atleta nas competições, quer no contra-relógio (18 km), quer na estrada (60 km). Nesta edição decidimos homenagear a Avenida Cidade Invicta do Porto. Normalmente, as provas são concentradas na Rua de Lisboa, mas desta vez decidimos descentralizar e promover outras ruas. O balanço que fazemos é muito positivo porque os atletas tiveram bom desempenho e a estrada estava boa e limpa, apesar das chuvas recentes.”

António Jaime “Totone” aproveitou para agradecer o apoio de todos, em especial da Policia Nacional e dos Bombeiros Municipais que acompanharam a prova e confirmou que o vencedor sénior vai agora representar São Vicente no campeonato nacional de ciclismo, que acontece na Capital.

Mostrar mais

Constanca Pina

Formada em jornalismo pela Universidade Federal Fluminense (UFF-RJ). Trabalhou como jornalista no semanário A Semana de 1997 a 2016. Sócia-fundadora do Mindel Insite, desempenha as funções de Chefe de Redação e jornalista/repórter. Paralelamente, leccionou na Universidade Lusófona de Cabo Verde de 2013 a 2020, disciplinas de Jornalismo Económico, Jornalismo Investigativo e Redação Jornalística.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo