Desporto
Tendência

Missão da CAF e FIFA inspecciona estádio Adérito Sena

O director do Programa de Licenciamento de Clubes em Cabo Verde, Fernando Firmino, esteve na manhã de hoje a inspecionar as obras de requalificação do estádio Adérito Sena, em missão da Confederação Africana de Futebol (CAF) e da Federação Internacional de Futebol (Fifa). Esta visita tem por objetivo as próximas eliminatórias para a Copa do Mundo no Catar, numa altura em que Cabo Verde já está apurado para a Taça das Nações Africanas (CAN).

As eliminatórias para a Copa do mundo iniciam a partir de meados de maio à junho. Um dos pré-requisitos definidos pela CAF e Fifa, diz Firmino, é os estádios estarem licenciados pelos padrões internacionais. “São uma série de padrões, regras e critérios que estamos aqui hoje a observar, seguindo todo um chek list. Viemos fazer o acompanhamento in loco com o empreiteiro e o fiscal da obra. Estamos a ver a vertente técnica do estádio”, informa.

Com as obras, prossegue, o estádio Adérito Sena passa a ter uma lotação de 3.800 pessoas e será mais uma casa dos Tubarões Azúis, desde que devidamente certificado pela entidade reguladora. “Estou aqui a ver um estádio com todas as condições e que vai proporcionar aos mindelenses momentos de alegria com os Tubarões Azúis. Este é o desejo dos mindelenses – ver jogos da selecção nacional aqui em São Vicente.”

O relatório vai ser agora remetido para aprovação pela CAF. Mas Firmino adverte que esta entidade pode ainda enviar uma equipa para fazer uma constatação no terreno, lembrando que esta remodelação é financiada pela FIFA, CAF, Governo, Federação Cabo-verdiana de Futebol e a Câmara de São Vicente. “Há todo o interesse em se ver esta obra realizada em termos de infraestruturas e critérios de licenciamento. Devido a pandemia temos de adoptar algumas medidas de higienização dos balneários, distanciamento, entre outros. A reabilitação do estádio veio criar estas condições.”

Firmino aproveitou para agradecer a Associação Regional de Futebol de São Vicente pelo apoio logístico. Lembrou ainda que a FIFA já certificou o relvado do campo, faltando agora licenciar as obras de infraestrutura. “Estamos a licenciar este estádio para albergar os jogos da seleção nacional de futebol. É uma nova casa, com um novo rosto. Este empreendimento vai ainda ser mais uma atração turística para a ilha.”

O presidente da Associação Regional de Futebol congratulou com esta inspecção e diz esperar boas notas. “Este campo vai nos servir em todos os aspectos, quer a nível regional como nacional. É claro que gostaríamos de ter a seleção nacional a jogar na região norte”, pontua César Lima, para quem esta remodelação é uma mais-valia para a ilha. Para Lima, esta obra representa um ganho enorme para os amantes de futebol em São Vicente e para que os futebolistas disfrutem desta infraestrutura, cujos trabalhos estão em fase final de acabamento.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo