Desporto
Tendência

Márcia Lopes é a primeira atleta cabo-verdiana a garantir lugar nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Cabo Verde conseguiu garantir a presença da atleta de ginástica rítmica Márcia Lopes nos Jogos Olímpicos “Tóquio2020”, por wild card (convite) do Comité Olímpico Internacional. A novidade foi avançada hoje pelo COC, realçando que a jovem é a primeira desportista cabo-verdiana com passaporte carimbado para Tóquio.

“Lopes é uma das mais cotadas ginastas africanas como mostra a Federação Internacional de Ginástica e, com este convite, irá representar Cabo Verde e o continente africano na modalidade“, salienta o COC. Segundo este organismo desportivo, neste tempo de pandemia, Cabo Verde tem sofrido muito com o adiamento de provas qualificativas e mudanças nas regras de qualificação pelo que, só agora, começa a garantir lugares no maior evento desportivo e cultural do mundo.

O Comité Olímpico Cabo-verdiano garante que, como organizador da Missão de Cabo Verde aos Jogos Olímpicos, tem trabalhado na preparação de toda a logística da delegação, para que o país esteja representado da melhor forma possível neste acontecimento de escala mundial. O COC aproveita para felicitar a Federação Cabo-verdiana de Ginástica pelo feito alcançado.

Os organizadores dos Jogos Olímpicos, que teriam início em 24 de julho de 2020, concordaram adiar o evento por um ano devido a pandemia de coronavírus. O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse que o Comité Olímpico Internacional concordou com a proposta, pelo que o evento acontece agora de 23 de julho a 8 de agosto. O COI estava decidido com todas as suas forças a manter os Jogos em julho e agosto de 2020, mas cedeu às fortes pressões dos atletas de países como Austrália, Canadá e Estados Unidos.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo